Viajantes querem serviços mais personalizados, diz IHG

Pesquisa do IHG (Intercontinental Hotels Group)  com cerca de sete mil viajantes internacionais aponta mudanças nos itens considerados indispensáveis para satisfazer a estadia em hotéis. Se no passado, o setor de hotelaria se concentrou em ser 2D – local e global, agora cada vez mais os empreendimentos do mundo enxergam a necessidade de se tornarem 3D – globais, locais e pessoais.

Quase três entre cinco viajantes (59%) dizem que sua estada é mais confortável se os serviços forem personalizados e mais da metade (54%) admite que isso faz com que se sintam mais valorizados.

Pessoas entre 18 e 34 anos estão mais interessadas no conteúdo pessoal (acesso a filmes e músicas) e acima dos 65 demonstram mais interesse em opções de alimentação saudável.

Viajantes a negócios ou lazer procuram cada vez mais por serviços confiáveis e familiares em cada viagem, e muitos acreditam que somente marcas globais de hotéis podem proporcionar experiências personalizadas com garantias, porém apesar de darem importância à consistência, não desejam experiências pré-fabricadas.

Já viajantes dos mercados emergentes (Brasil 68%, EUA 60% e China 58%) escolhem marcas globais de hotéis porque sentem que elas levam a sério os gostos, costumes e culturas locais. Para eles, quanto mais à marca demonstrar respeito pela cultura local, mais confiança aquela marca terá.

Fonte: Panrotas

Deixe uma resposta