Grandes templos impulsionam turismo religioso

Foto: Silvana Toledo

Com uma capacidade de reunir até 150 mil fiéis em um único evento, templos de grande porte impulsionam o turismo religioso no Brasil. O número de visitantes deve crescer ainda mais em 2015 puxado por novas construções, como o recém-inaugurado templo evangélico de Salomão (SP), o santuário católico Mãe de Deus (SP) e o Memorial Chico Xavier (MG), ambos ainda em construção.

As viagens religiosas são experiências do turismo cultural, que representa 12% do total de viajantes pelo País, e também inclui o turismo cívico, o enoturismo, entre outros. Estima-se que 15 milhões de brasileiros se movimentem pelo Brasil todo ano movidos pela fé, de acordo com dados do Ministério do Turismo.

O Santuário Mãe de Deus, em São Paulo, ainda em construção, já abriga missas para até 60 mil pessoas. Assim que estiver concluído, vai comportar cerca de 35 mil pessoas na área interna e 100 mil no total, o que inclui também o ambiente externo.

Em Uberaba (MG), está em a construção a segunda etapa do Memorial Chico Xavier, atração que promete transformar a cidade em um polo de turismo religioso. O memorial funcionará como um museu e contará também com espaço para o estudo e a prática da doutrina espírita.

Os novos templos somam-se a pontos de peregrinação consagrados no País, como a Basílica de Aparecida, que tem capacidade de celebrar missas para até 35 mil pessoas na área interna e até 300 mil na área externa. O levantamento mais recente da administração da Basílica aponta que o número de visitantes ao templo cresceu 9% entre 2011 e 2013.

Há ainda os templos budistas como o Zulai, em Cotia (SP), e Odsal Ling, em Três Coroas (RS), que recebem, juntos, quase 150 mil visitantes por ano. Já em Foz do Iguaçu (PR) a Mesquita Al-Khatab é o terceiro ponto turístico mais procurado da cidade, atrás apenas das Cataratas e da Usina de Itaipu. A administração do templo muçulmano calcula receber cerca de 60 mil turistas das mais diversas religiões por ano.

Fonte: Ministério do Turismo

Turismo religioso ganha força com série na web

Um segmento que anualmente movimenta US$ 18 bilhões e atrai aproximadamente 300 milhões de pessoas em todo mundo, segundo dados da World Religious Travel Association. É de olho nesse mercado que Rogério Enachev, diretor da Home Tour e autor do blog “Louco por Viagens”, lançou seu mais novo projeto. “Conhecendo as Terras Bíblicas” é uma série de 12 capítulos semanais que ele começa a veicular este mês no seu canal no YouTube.

A primeira temporada aborda a região Galileia e o primeiro episódio vai mostrar o Mar da Galileia e seu entorno. Entre as curiosidades estão um barco do Século I encontrado por pescadores da região em 1986. Para conferir, basta acessar o endereço www.youtube.com/watch?v=91G3SjmMj-U

“Em 27 anos de viagens, já visitei 43 países diferentes. Posso dizer com tranquilidade que as ‘terras bíblicas’ são os destinos que mais atraem pessoas em todo mundo”, garante Rogério. “Jerusalém, por exemplo, é o berço do cristianismo, judaísmo e do islamismo, que são as três maiores religiões monoteístas do mundo”, completa.

Entre outros lugares famosos quando o assunto é turismo religioso estão o Vaticano, em Roma (ITA); Meca e Medina, na Arábia Saudita; Varanasi e Mahabodhi, na Índia; a Catedral de Notre Dame, na França; o Monte Fuji, no Japão; e Aparecida, no Brasil. Por aqui, o segmento atinge 11 milhões de brasileiros e movimenta mais de R$ 15 bilhões por ano.

A série, que terá um episódio novo a cada segunda-feira no YouTube, conta com apoio do Ministério de Israel, Roncato e da ASSIST CARD Brasil.

Sobre a ASSIST CARD
A ASSIST CARD é a maior empresa de assistência viagem do mundo, há 42 anos no mercado oferecendo soluções locais a emergências no exterior, sem nenhum custo adicional para o seu cliente. Atualmente, a companhia está presente em 119 países, o que confere a habilidade única de atuar em minutos em quase qualquer lugar do mundo. Por ano, a empresa realiza mais de 200 mil atendimentos a pessoas em viagem.

A companhia opera 24 horas, todos os dias, faz o atendimento no idioma dos seus sete milhões de clientes e oferece acesso a mais de 155 mil prestadores de serviços de assistência médica e odontológica internacional, jurídica e de bagagem. Além desses serviços, a companhia também conta com seguros de Cancelamento de Viagem, Acidentes Pessoais e Bagagem entre outros.

Festa do Bonfim (BA) vira Patrimônio Nacional Imaterial

A Festa do Bonfim, em Salvador, na Bahia, ganhou o título de Patrimônio Nacional Imaterial, oficializado hoje em cerimônia que contou com a presença da ministra da Cultura, Marta Suplicy. “Hoje é um dia muito importante para a Bahia e para todos nós, brasileiros. A Festa do Bonfim é um símbolo para todo o Brasil e para o mundo, representa congraçamento, democracia, amor, paz. É uma enorme felicidade estar aqui”, afirmou a ministra.

O governador da Bahia, Jaques Wagner, destacou que o título conferido é um processo de valorização da festa. “Esta festa atravessa a Bahia, o Brasil e o mundo. Muita gente vem aqui. Turistas de todos os lugares. Creio que o título concedido pelo Iphan coloca a fé do povo baiano no lugar merecido”, discursou o governador. “A capoeira e as baianas do acarajé já foram reconhecidas e, hoje, se soma, falando da parte religiosa. E se completa com a inauguração que faremos da praça Irmã Dulce.”

O registro da Festa de Nosso Senhor do Bonfim como Patrimônio Cultural Brasileiro foi aprovado em 5 de junho do ano passado, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural. Realizada sem interrupção desde o ano de 1745, a festa articula duas matrizes religiosas distintas – a católica e a afrobrasileira – assim como envolve diversas expressões da cultura e da vida social soteropolitana.

Fonte: Panrotas

FBHA quer inserir Aparecida no roteiro do turismo religioso internacional

Foto: Silvana Toledo

Setor hoteleiro tem como foco atrair visitantes de alto poder aquisitivo para o santuário mariano, no interior de São Paulo, o maior templo católico do Brasil.

A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) quer fomentar a visitação ao Santuário Nossa Senhora Aparecida, no estado de São Paulo, e projetá-lo como destino mundial de peregrinação. Com o propósito de incluir Aparecida no roteiro religioso internacional, a FBHA está em entendimento com o cardeal-arcebispo da cidade e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno Assis, para realização de um encontro mundial sobre o tema, ainda este ano. Os esforços do setor de hospedagem serão voltados principalmente para atrair turistas com alto poder aquisitivo.

De olho no potencial turístico, já estão surgindo hotéis na região que atendam a esse perfil de visitante. Em 2013, o Santuário Nacional de Aparecida bateu recorde histórico de romeiros, 11,856 milhões — 742 mil pessoas a mais que em 2012. O aumento foi impulsionado, principalmente, pelo movimento de jovens, fruto da Jornada Mundial da Juventude, que aconteceu no Rio de Janeiro. Única federação com representatividade legal em âmbito nacional nos setores de hospedagem e alimentação fora do lar, a FBHA quer que Aparecida seja apresentada ao mundo.

“O Santuário Nacional de Aparecida tem tudo para se tornar um ícone do turismo religioso internacional. Em 2012, Fátima, em Portugal, recebeu cerca de 5 milhões de peregrinos e Lourdes, na França, 6 milhões. O santuário brasileiro recebe muito mais visitantes, mas a grande maioria é de turistas brasileiros. Queremos atrair pessoas de todos os continentes ao maior santuário mariano do mundo”, afirma o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio.

O encontro internacional sobre turismo religioso reunirá representantes dos principais destinos do mundo, entre os quais Santiago de Compostela (Espanha), Fátima, Medjugorje (Bósnia) e Lourdes. O Brasil quer conquistar espaço nesse nicho turístico. Serão discutidos o atual momento do turismo religioso como segmento de mercado, os principais agentes, a infraestrutura, os destinos, os produtos e os serviços.

“O turismo religioso é uma das principais vocações de Aparecida e, por isso, apostamos na captação de peregrinos internacionais. Para tanto, a cidade precisará investir em infraestrutura”, analisa o presidente do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes de Aparecida e Vale Histórico (Sinhores), Ernesto Elache.

Desde 2010, Aparecida é um dos roteiros indicados aos fiéis de todo o mundo pela Ópera Romana Peregrinação, agência de viagens do Vaticano.

Fonte: FBHA