Estância Climática de Analândia

Analândia é um dos 14 Municípios reconhecidos como Estância Climática, que é um título concedido pelo governo do Estado de São Paulo a municípios que apresentem características turísticas e determinados requisitos como: condições de lazer, recreação, recursos naturais e culturais específicos. Devem dispor de infraestrutura e serviços dimensionados à atividade turística. Os municípios com este status podem receber aportes financeiros específicos para incentivo ao turismo.

Com excelente estrutura de pousadas, restaurantes, pizzaria, eventos o Município Estância Climática de Analândia tem como política a reconstrução e consolidação da atividade turística economicamente sustentável, posto isto, em parceria com a prefeitura a Associação de Desenvolvimento do Turismo da Região da Serra do Itaqueri – ADTURSI vem pontuando ações e diagnosticando os potenciais seguimentos do turismo no município que visem impulsionar a cadeia produtiva do turismo e bem como a estruturação do destino estancia climática de Analândia.

Certamente estão envolvidas inúmeras ações de diferentes complexidades que serão divididas em curto, médio e longo prazo um planejamento estratégico coerente e harmonioso com as necessidades locais, tudo com o objetivo maior sensibilizar e mobilizar a sociedade local à aceitação da atividade econômica sustentável do turismo, gerar conquista social e tornar o local atrativo para investimentos para empresários que se interessem em investir no Município Estância Climática de Analândia.

Assim afirma a Presidente Jamila T. Coimbra da www.adtursi.org que defende a gestão compartilhada do turismo entre município e entidade do terceiro setor sem fins lucrativos, pois a ADTURSI é um braço entre o poder público, poder privado e a sociedade, atuando de forma interna e externa fomentando a estrutura turística para os seguimentos de vários setores potencial de consumo dos serviços e produtos do turismo.

O Turismo e Meio Ambiente caminham juntos, um destino turístico deve ter preocupação para com o meio ambiente, pois o turista ao iniciar sua busca por um destino, certamente a qualidade de vida oferecida naquela localidade é um fator preponderante para sua escolha, bem como, uma economia sustentável. São propostas que temos como compromisso para o desenvolvimento sustentável do Turismo no município Estancia Climática de Analândia, complementa o Secretário Executivo da ADTURSI Sr. Odair Mistro.

Opções e Atrativos Naturais.
As atrações da cidade Estância Climática de Analândia que é uma cidade pequena tem muito a oferecer para quem está em busca de esportes de aventura, turismo rural, lazer, contemplação e observação de aves em mirantes e áreas verdes diretamente com contato a natureza com belos cenários paisagísticos e formações rochosas magníficas tudo com muita tranquilidade e segurança. Possui atrações para todos os gostos e idades, a cidade oferece roteiros de ecoturismo, turismo rural, gastronômico e banhos de cachoeiras.

Atrativos naturais mais conhecidos, estão os, morro do Cuscuzeiro com passeios e atividades de aventura, arvorismo, tirolesa, arco e flecha, escalada e rapel, passeio de trator e cavalgada, morro do Camelo com mirante, trilha, escalada e rapel e as cachoeiras do Salto Major Levy, do Escorrega, da Ponte Amarela, Roncador, Haras, Bocaina e Monte Sião ideais para contemplação, banho e atividades de rapel. Além de visitas monitoradas ao Haras Vila Colonial, com um dos mais elegantes e charmosos plantéis de cavalos paint horses do Brasil, visita a gruta do índio, ruínas da chaminé, antiga estação ferroviária com a casa do chefe da estação e um vagão dormitório do séc. XIX. Entre as opções gastronômicas, é possível experimentar iguarias da culinária caipira em diversos  restaurantes,  quiosques  do  Calçadão e casas de moradores, tais como: doces caseiros, queijos artesanais, cachaça artesanal, pães e bolachas de leite, visita a orquidário com parada para compras, as opções noturnas ficam por conta dos shows no calçadão, no empório, na cachaçaria e os quiosques na praça do coreto oferecem um clima agradável ao ar livre podendo observar as estrelas e o clima agradável.

Os eventos acontecem no calçadão com apresentações culturais todos os finais de semanas com repertórios variados.

A Estrutura de apoio ao turismo conta com hospedagens, restaurantes, comércios em geral, agências receptivas, atrativos turísticos, sítios, e muito mais…
Saiba mais em http://www.analandia.sp.gov.br/turismo
PAT – Posto de Atendimento ao Turista (19) 3566-7366.

A cidade conta com uma equipe profissional de turismo com objetivo de desenvolver o setor socioeconômico, capacitar, qualificar o atendimento, aprimorar produtos turísticos, aumentar oferta turística, inserir o pequeno produtor rural no trade turístico, organizar, fomentar e legislar o turismo local, apoiar o turismo rural, de aventura, lazer e contemplativo, aumentar o leque de opções gastronômicas e melhorar os serviços de apoio ao turista.

Por: Jamila T. Coimbra
Presidente www.adtusi.org

FBHA quer inserir Aparecida no roteiro do turismo religioso internacional

Foto: Silvana Toledo

Setor hoteleiro tem como foco atrair visitantes de alto poder aquisitivo para o santuário mariano, no interior de São Paulo, o maior templo católico do Brasil.

A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) quer fomentar a visitação ao Santuário Nossa Senhora Aparecida, no estado de São Paulo, e projetá-lo como destino mundial de peregrinação. Com o propósito de incluir Aparecida no roteiro religioso internacional, a FBHA está em entendimento com o cardeal-arcebispo da cidade e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno Assis, para realização de um encontro mundial sobre o tema, ainda este ano. Os esforços do setor de hospedagem serão voltados principalmente para atrair turistas com alto poder aquisitivo.

De olho no potencial turístico, já estão surgindo hotéis na região que atendam a esse perfil de visitante. Em 2013, o Santuário Nacional de Aparecida bateu recorde histórico de romeiros, 11,856 milhões — 742 mil pessoas a mais que em 2012. O aumento foi impulsionado, principalmente, pelo movimento de jovens, fruto da Jornada Mundial da Juventude, que aconteceu no Rio de Janeiro. Única federação com representatividade legal em âmbito nacional nos setores de hospedagem e alimentação fora do lar, a FBHA quer que Aparecida seja apresentada ao mundo.

“O Santuário Nacional de Aparecida tem tudo para se tornar um ícone do turismo religioso internacional. Em 2012, Fátima, em Portugal, recebeu cerca de 5 milhões de peregrinos e Lourdes, na França, 6 milhões. O santuário brasileiro recebe muito mais visitantes, mas a grande maioria é de turistas brasileiros. Queremos atrair pessoas de todos os continentes ao maior santuário mariano do mundo”, afirma o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio.

O encontro internacional sobre turismo religioso reunirá representantes dos principais destinos do mundo, entre os quais Santiago de Compostela (Espanha), Fátima, Medjugorje (Bósnia) e Lourdes. O Brasil quer conquistar espaço nesse nicho turístico. Serão discutidos o atual momento do turismo religioso como segmento de mercado, os principais agentes, a infraestrutura, os destinos, os produtos e os serviços.

“O turismo religioso é uma das principais vocações de Aparecida e, por isso, apostamos na captação de peregrinos internacionais. Para tanto, a cidade precisará investir em infraestrutura”, analisa o presidente do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes de Aparecida e Vale Histórico (Sinhores), Ernesto Elache.

Desde 2010, Aparecida é um dos roteiros indicados aos fiéis de todo o mundo pela Ópera Romana Peregrinação, agência de viagens do Vaticano.

Fonte: FBHA