Facebook e Sebrae vão capacitar mais de 1 milhão de empreendedores

Parceria inédita vai contribuir para a inclusão digital dos pequenos negócios.

São Paulo – Facebook e Sebrae anunciam parceria inédita para capacitar mais de um milhão de empreendedores brasileiros ainda em 2014. O projeto visa a contribuir para a inclusão digital das micro e pequenas empresas, apresentar as oportunidades e o potencial de geração de negócios do mundo on line, assim como ensiná-los a usar o Facebook para dar visibilidade às suas empresas e prosperarem no mercado atual.

A parceria prevê o lançamento de um curso on line gratuito, o primeiro desenvolvido pelo Facebook no mundo. A plataforma será em português e contará com um componente interativo de jogo, no qual os empreendedores aprenderão a usar a rede para atingirem seus objetivos de negócios. Ao final, o empresário adquire créditos para usar em anúncios na plataforma. Por meio dela, o Facebook e o Sebrae serão capazes de chegar a milhões de internautas brasileiros.

Além da capacitação via web, a parceria inova também colocando frente a frente especialistas do Facebook e donos de pequenos negócios. O Sebrae e o Facebook farão um Road Show, quando irão pessoalmente a capitais brasileiras para capacitar e dar suporte aos empreendedores locais no desenvolvimento de seus negócios dentro do Facebook. Os encontros ocorrerão nas unidades locais do Sebrae. Também estão previstas participação desses especialistas nas Feiras do Empreendedor promovidas pelo Sebrae.

“Queremos crescer junto com o mercado e contribuir para a inclusão digital de micro e pequenas empresas brasileiras. Hoje, o Facebook chega a oito em cada dez internautas brasileiros e isso representa uma oportunidade enorme para que os empresários encontrem seus consumidores”, afirma Patrick Hruby, diretor de Negócios para PMEs do Facebook para a América Latina. “A parceria com o Sebrae nos ajudará a trazer esses empresários para o mundo on line, assim como nos dará mais capilaridade no mundo off line. Hoje, já são mais de 25 milhões de páginas de PMEs no mundo, queremos chegar a todas as outras”, conclui o executivo.

Na avaliação do presidente do Sebrae, Luiz Barretto, em um curto espaço de tempo as redes sociais deixaram de ser plataformas de relacionamentos pessoais para atingir o universo empresarial. “A utilização de estratégias de marketing digital e relacionamento com  clientes em ferramentas virtuais populares, como o Facebook, passaram a ser obrigatórios na rotina dos empreendedores. A parceria Sebrae/Facebook é justamente o reconhecimento da internet como ambiente fundamental na gestão e desenvolvimento dos pequenos negócios”, ressalta.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Receita turística de Pernambuco ultrapassa R$ 1 bilhão

No cargo de secretário de Turismo de Pernambuco desde o dia 6 de janeiro, Adailton Feitosa visitou, assim como o governador, Eduardo Campos, a tradicional festa dos papangus, no município de Bezerros, agreste pernambucano. Durante a passagem, Feitosa disse que a receita turística no Estado ultrapassou R$ 1 bilhão pela primeira vez. “E esperamos que este ano a movimentação seja melhor”, emendou o secretário, que costumeiramente visita a cidade de Bezerros durante o carnaval. “Do mesmo modo que, no sábado, o dia é do Galo da Madrugada, o domingo é dia dos papangus (festa carnavalesca na qual pessoas saem fantasiadas usando máscaras).”

Sobre a receita turística no Estado, Feitosa – que não é parente do seu antecessor, Alberto Feitosa –, afirmou que foram levados em consideração a movimentação financeira em táxis, hotéis, companhias aéreas, restaurantes e equipamentos do segmento na cidade. Os números absolutos ainda não foram fechados, mas, segundo o secretário, serão divulgados em breve.

Sem querer polemizar se o São João ou o Carnaval é o evento que mais contribuiu para que a cifra fosse alcançada, Feitosa disse que a boa surpresa foi o resultado que o Natal de Gravatá registrou nos últimos anos. “Definitivamente entrou para o calendário turístico de Pernambuco.”

A Partir de
Feitosa diz que cerca de 5 milhões de visitantes foram Pernambuco em 2013. O perfil divide-se em 90% vindos do Brasil e 10%, do Exterior. No doméstico, São Paulo envia o maior número. Mesmo os Estados da Região Nordeste não superam a quantidade de paulistanos que buscam os atrativos de Recife, de Porto de Galinhas, de Fernando de Noronha, do Agreste e de outros polos turísticos pernambucanos. Em segundo lugar vem o Ceará, seguido por Bahia, por Minas Gerais e pelo Rio de Janeiro.

Quanto aos visitantes provenientes do Exterior, Adailton diz que os Estados Unidos lideram o envio, beneficiados pela mudança que a American Airlines fez ainda no ano passado – passou de cinco para seis voos semanais entre Miami e Recife. O secretário explica que o fluxo de norte-americanos cresceu significantemente por conta do turismo de negócios. A Alemanha vem em segundo lugar, seguida pela Argentina – que liderou durante muito tempo o ranking –, Portugal e Itália.

Feitosas
O atual secretário não fala sobre substituição em relação ao seu chará e antecessor, Alberto Feitosa. “O desafio é grande, mas darei continuidade ao belíssimo trabalho realizado.” Um dos trunfos para que a ideia seja concretizada é a manutenção da equipe que compõe a Secretaria de Turismo de Pernambuco.

“É sempre bom trabalhar em terreno fértil e a Secretaria tem multiplicidade de ações em parceria com outras áreas, o que nos dá uma visão geral sobre o que temos de fazer”, complementou o secretário, que já foi vice-presidente da Empetur e, somadas as passagens dele por Empetur e Setur-PE, chega a três anos de experiência na gestão do turismo do Estado.

Fonte: Panrotas

Kissimmee busca parceiros para comercializar rodeios

Dallas, Las Vegas e Calgary. Quando o assunto é rodeio na América do Norte, as cidades mais lembradas em questões técnicas e de infraestrutura são estas – as duas primeiras nos Estados Unidos e a seguinte, no Canadá. O Departamento de Desenvolvimento de Turismo do Condado de Osceola (Flórida, Estados Unidos), do qual a cidade de Kissimmee faz parte, realiza um famtour com integrantes de associações ligadas ao esporte no Estado de São Paulo, em especial da cidade de Barretos, que realiza o maior rodeio do Brasil, para avaliarem o produto. O passo seguinte é encontrar parceiros que abracem a ideia e incluam os rodeios nos pacotes turísticos.

Antes da popularização dos parques da Disney, a economia de Kissimmee era baseada em plantação de laranjas e criação de gado. Onde há criação de gado, a probabilidade da realização de rodeios de qualidade é maior. Porém, conforme grande parte do volume de investimentos na região voltou-se para as atrações da Disney, as criações se dissiparam e o rodeio, que tinha relevância em todo o país, passou a ser um mero coadjuvante.

Outro motivo para a participação da comitiva barretense é o intercâmbio: de informações e atletas, o que elevaria a qualidade do evento e, por sua vez, a visibilidade. De acordo com o presidente do Sindicato das Entidades Empresas Promotoras de Eventos de Rodeio do Estado de São Paulo, Leonardo Vidal, dos dez melhores peões boiadeiros do mundo, seis são brasileiros. “A ideia é também trazer atletas para se apresentarem em nossa arena”, destacou a gerente de Produtos de Mercados Internacionais do Departamento de Desenvolvimento de Turismo do Condado de Osceola – mais conhecido como “Experience Kissimmee” –, Ana Gonzalez.

A representante sênior de Vendas para América Latina do Departamento de Desenvolvimento de Turismo do Condado de Osceola, Melissa Basílio, também está empolgada com a forma como o produto será trabalhada de agora em diante. “Kissimmee é um destino muito procurado por brasileiros por causa dos parques e das compras. Os rodeios serão uma alternativa, principalmente porque a média de permanência das famílias aqui não é menor do que dez dias.”

Para quem?
Outra questão levantada por Melissa é o público que pode visitar as atrações. “É para todas as idades. Até brincamos no escritório que Kissimmee é um dos poucos destinos que oferecem, ao mesmo tempo, uma plena tranquilidade e emoção, adrenalina” conta, ao passo que arremata: “quem vier, verá um evento muito bem organizado”.

Ana Gonzalez apresentará mais informações sobre os rodeios na cidade durante o Pow Wow, que será realizado entre os dias 5 e 9 de abril, em Chicago (Estados Unidos). “As pessoas, geralmente, associam rodeios aqui nos Estados Unidos às cidades de Dallas e Las Vegas (que abriga o evento mais importante do país). Pretendemos apresentar este é um produto como algo complementar às atrações.”

Estrutura
A cidade de Kissimmee, que busca um representante no Brasil, abriga o Silver Spurs Arena, que tem capacidade para 7.451 pessoas sentadas e 3,5 mil no piso do estádio. Construído em 2003, o espaço teve investimento de US$ 33 milhões e precisa de 110 caminhões carregados de areia para cobrir o chão da arena.

Mais informações: silverspursrodeo.com.

Fonte: Panrotas. O Portal PANROTAS viaja a convite do US Commercial Service e Experience Kissimmee, com assistência Vital Card