Festival de Inverno de Monte Verde começa nesse final de semana

Promovido pelo Grupo Melhoramentos, evento acontece deste sábado, 05, até o dia 27 de julho. Além das tradicionais atrações da estância mineira, apresentações musicais, teatrais e oficinas de arte irão aquecer e encantar os turistas.

Começa oficialmente nesse sábado, 05 de julho, o Festival de Inverno de Monte Verde. Até o dia 27 de julho, a charmosa vila do sul de Minas Gerais terá muita música, oficinas de arte e apresentações teatrais. Tudo em meio às belezas naturais da região, excelente infraestrutura hoteleira, rica gastronomia, esportes de aventura e, claro, muito frio: nessa época, é comum a temperatura ficar abaixo de zero durante as madrugadas.

O evento, promovido pelo Grupo Melhoramentos, é realizado pela Prefeitura Municipal e pelo Conselho Municipal de Turismo de Camanducaia e conta com o apoio da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde, da Associação Beneficente de Monte Verde e da Associação Comercial de Monte Verde. Entre as atrações estão as oficinas de pintura no Ateliê Paula Bars, a apresentação da Orquestra Filarmônica Melhoramentos Caieiras e da Orquestra de Violinos de Monte Verde, o espetáculo de mágica e ilusionismo Caravana Mágica e a peça de teatro Cinderela, entre outros. Todas as atrações – exceto a oficina de pintura – acontecem na Av. Monte Verde, 1050.

Para informações sobre hospedagem, acesse: www.monteverde.org.br/vagas.

Serviço

Festival de Inverno de Monte Verde
Data: de 05 a 27 de julho
Realização: Prefeitura Municipal de Camanducaia e COMTUR (Conselho Municipal de Turismo)
Apoio: AHPMV (Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde), ABMV (Associação Beneficente de Monte Verde) e ACMV (Associação Comercial de Monte Verde)
Patrocínio: Nova Minas e Caixa Econômica Federal
Informações: http://www.monteverde.org.br/

Sobre Monte Verde – Distrito da cidade mineira de Camanducaia, Monte Verde caracteriza-se pela combinação de um clima frio e romântico com preservação ecológica e esportes de aventura. Bastante procurada principalmente no inverno, quando as temperaturas ficam em torno de 5°C, Monte Verde conta com excelente infraestrutura hoteleira – mais de 180 opções de hospedagem –, restaurantes que servem desde a mais tradicional cozinha mineira até pratos da culinária contemporânea e típicos do inverno, como foundue, um centro comercial movimentado, atividades como caminhadas, rappel, arborismo, rafting, motocross, cavalgadas e uma pista de patinação ecológica. Cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, a estância fica a mais de 1.500m de altitude, está a 167 km da capital paulista, 420 km do Rio de Janeiro e a 456 km de Belo Horizonte. Veja mais sobre Monte Verde em www.monteverde.org.br.

Sobre a AHPMV – Criada há 10 anos, a Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde reúne estabelecimentos com serviços de excelência garantida e que são avalizados pelo selo de qualidade “Plátano de Ouro”. Com sede ao lado do portal de entrada de Monte Verde, possui equipe de profissionais capacitados para atender aos turistas com informações sobre hospedagens e dicas de lazer.

Artesão mineiro, cadastre-se no Pouso e Prosa – Roteiros de Artesanato

Pouso e Prosa é um site que tem como finalidade maior a divulgação gratuita do artesão mineiro. Para isto está finalizando o cadastramento dos 853 municípios, dando informações sobre a cidade, como chegar, serviços oferecidos, belezas naturais, pontos turísticos, hotéis, restaurantes e principalmente o artesão.

As informações sobre as cidades, apesar de termos demorado dois anos para a conclusão, foi fácil, mas o artesão, se ele não se manifestar não temos como cadastra-lo. Sendo assim artesão mineiro – mostre sua cara!!! O cadastro é muito fácil e você poderá fazê-lo no site www.pousoeprosa.com.br gratuitamente.

O site tem tido mais de 30.000 acessos dia, com as pessoas ávidas a procura do artesão.

Inverno chega e torna Monte Verde ainda mais irresistível

Dias ensolarados, noites frias e madrugadas geladas fazem da vila mineira o melhor destino para quem quer curtir o frio em meio à natureza, comer bem e  se aconchegar ao pé da lareira em um charmoso  hotel ou  pousada.

Oficialmente o  inverno começou ontem, 21 de junho, mas em Monte Verde o frio já chegou há  dias  e temperaturas abaixo de zero são previstas durante a estação, tornando essa charmosa vila mineira um dos melhores destinos para a estação. Além do frio e das geadas já tradicionais nessa época, Monte Verde tem muitas outras atrações, que vão das belezas naturais da Serra da Mantiqueira aos mimos da hotelaria aos sabores da culinária europeia e do tempero mineiro.

“Monte Verde continua honrando a fama de vila do romance, conquistada graças ao clima frio que convida casais apaixonados para um vinho ao pé da lareira, mas hoje é também um point para quem gosta de esportes de aventura e de interagir com a natureza”, diz o diretor da AHPMV – Associação de Hoteis e Pousadas de Monte Verde, Gustavo Arrais.

As atrações começam no café da manhã, onde o pão de queijo costuma reinar  farto e soberano. Depois, a pedida é caminhar pelas montanhas ou fazer uma trilha rumo aos pontos turísticos, como a Pedra Redonda, a 1.990m de altitude, ou o Pico do Selado, a 2.082m. Os mais aventureiros também podem fazer trilhas de quadriciclo ou de jipe, desafiar os nervos num circuito de arborismo ou voar por uma mega tirolesa.

Também há pista de patinação no gelo e, para quem só se arrisca a bater perna pelo comércio, também há muitas lojinhas, cafés e casas de geleia, de queijos e de chocolates como a Gressoney, que conta com mais de cem tipos, além das tradicionais Prímulas.  Para quem não abre mão da cerveja nem no frio, a sugestão é conhecer a fábrica e o restaurante Choperia do Fritz, apenas um dos muitos locais onde se pode beber e comer bem. Em termos de gastronomia, Monte Verde surpreende com um cardápio variado, que inclui desde a tradicional fondue até pratos à base de truta e da culinária mineira.

E para descansar depois de um dia de muita diversão, a Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde – AHPM oferece  quase duzentas opções, todas com infraestrutura para acolher de jovens casais a  grupos de amigos e famílias com crianças.

Para saber mais sobre Monte Verde e suas atrações visite o site www.ahpmv.com.br

Para saber sobre a disponibilidade de vagas em hotéis, consulte o site: www.monteverde.com.br/vagas

Sobre Monte Verde – Distrito da cidade mineira de Camanducaia, Monte Verde caracteriza-se pela combinação de um clima frio e romântico com preservação ecológica e esportes de aventura. Bastante procurada principalmente no inverno, quando as temperaturas ficam em torno de 5°C, Monte Verde conta com excelente infraestrutura hoteleira – mais de 190 opções de hospedagem –, restaurantes que servem desde a mais tradicional cozinha mineira até pratos da culinária contemporânea e típicos do inverno, como foundue, um centro comercial movimentado, atividades como caminhadas, rappel, arborismo, rafting, motocross, cavalgadas e uma pista de patinação ecológica. Cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, a estância fica a mais de 1.500m de altitude, está a 167 km da capital paulista, 420 km do Rio de Janeiro e a 456 km de Belo Horizonte. Veja mais sobre Monte Verde em www.monteverde.org.br.

Sobre a AHPMV – Criada há 10 anos, a Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde reúne estabelecimentos com serviços de excelência garantida e que são avalizados pelo selo de qualidade “Plátano de Ouro”. Com sede ao lado do portal de entrada de Monte Verde, possui equipe de profissionais capacitados para atender aos turistas com informações sobre hospedagens e dicas de lazer.

12º Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba começa em 30 de julho

Os fãs da moda de viola e da tradicional cozinha de Minas, conhecida pelos pratos ricos em sabor e cheios de histórias, não podem ficar de fora da 12ª edição do Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba, que acontece entre os dias 30 de julho e 3 de agosto, na acolhedora Piacatuba, distrito de Leopoldina localizado na Zona da Mata e a 322 km de Belo Horizonte. Para reforçar a missão de valorizar a cultura mineira, a mandioca foi escolhida como tema do Festival 2014 e promete dar um sabor especial aos pratos e ao estilo de cada chef. “Nosso objetivo é preservar e incentivar a identidade gastronômica do nosso Estado e tornar Piacatuba um roteiro para os amantes da boa cozinha”, garante Maria Lúcia Braga, produtora e coordenadora do Festival.

Para o chef Pablo Oazen, que fará sua estreia no evento à frente do Restaurante Quintal Goumert Manga Rosa, a mandioca é o verdadeiro arroz com feijão do brasileiro. “Utilizar produtos locais e valorizar a agricultura familiar é um movimento que já existe nos grandes centros, sendo praticado pelos principais chefs do país e do mundo. O principal desafio é fazer o grande público valorizar o que é nosso”, analisa Oazen, que traz a delicadeza de suas influências européias para compor pratos com as delícias regionais, como a Paella Mineira, inspiração espanhola combinada com ingredientes típicos de Minas.

-A paella mineira é uma brincadeira que eu faço, na qual as pessoas se identificam bastante. Primeiro, pelo fato de ser preparada na frente do cliente, depois pelos ingredientes que utilizo. A base é de uma paella tradicional, com arroz, açafrão, legumes e vinho branco. E para dar um toque “mineiro”, os tradicionais frutos do mar são substituídos pela costelinha, linguicinha e coxas de frango desossadas. O resultado final é incrível-, garante Pablo Oazen, que é de Juiz de Fora e ganhou experiência internacional após cinco anos em restaurantes europeus.

O Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba vem crescendo ao longo dos últimos dez anos e com esse crescimento veio a necessidade de novos desafios. Nesta edição, a novidade ficará por conta do I Grand Festim Mineirices, um jantar  harmonizado, que acontecerá dia 2 de agosto, no Restaurante Quintal Manga Rosa, com menu a cargo do chef Pablo Oazen.

Outro destaque da 12ª edição do Festival de Viola e Gastronomia é o Restaurante Quintal Goumert da Minha Terra, que este ano será comandado por um trio de mineiras: as chefs Fernanda, Glaucia e Teresa Raquel, que trazem uma proposta gourmet da tradicional comida mineira e contarão com a presença do renomado chef Ricardo Vieira, vencedor do concurso de talentos do Estado de Minas Gerais, no Madrid Fusion 2013.
Já que a idéia é misturar num só local música de qualidade com o melhor sabor mineiro, caberá a ninguém menos que Lô Borges, um dos maiores cantores e compositores da MPB, fazer o show de abertura do Festival de Piacatuba, dia 30 de julho. Dia 31, sobem ao palco os violeiros João Ormond e Pereira da Viola. Dia 1º de agosto, será a vez de Fernando Sodré, reconhecido como uma das mais importantes vozes da viola no mundo, e dia 2 de julho, o show de encerramento fica por conta do menestrel Oswaldo Montenegro, com seu novo espetáculo “3×4”.

Aprovado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura do governo de Minas Gerais, o Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba tem produção e coordenação de Maria Lúcia Braga, com patrocínio master da Energisa, patrocínio do Governo do Estado, Bohemia, Zollern, Prefeitura de Leopoldina, apoio da Câmara Municipal de Leopoldina, Lei de Incentivo à Cultura e da Fundação Ormeo Junqueira Botelho.

Restaurantes participantes:

ESPAÇO GOURMET MARIA DE DIRCEU
Cardápio: Tradicional Escondidinho: Escondidinho de camarão e de carne seca; Caldo e Carne de Sol; Caldo De Camarão ao creme de Mandioca e Carne de Sol com Mandioca
CHEFS: João Fajardo e Arlete

QUINTAL GOURMET BÊ-Á-BÁ DA TEREZINHA
Cardápio: Filé mignon ao molho gorgonzola ou madeira, com arroz branco e batata soutê; Mineiro Come Keto: Costelinha de porco com molho barbecue, arroz, tutu com linguiça, mandioca e couve; Risoto de Camarão
CHEF: Manoel Inácio Peixoto

QUINTAL GOURMET DA MINHA TERRA
Entradas: Trio Capetinha- Canudinho recheado com ragu de linguiça, acompanhado com geleia de pimenta e uma dose de cachaça premiada; Bolinho de feijoada; Satay mineiro
Pratos principais: Bobó mineiro; e Brasileirinha:Confit de costela sobre cama de baroa e espinafre cremososa
Jantar de sábado: Chef Ricardo Vieira: Lombinho confitado, farofa de castanha brasileira com pequi, pirão de taioba, queijo canastra, molho de pimenta.
Almoço de sábado: Feijoada
Almoço de domingo: Frango com Quiabo
CHEFS: Fernanda, Gláucia e Teresa Raquel

QUINTAL GOURMET MÃE JOANA
Cardápio: Frango à moda da Casa: Creme de mandioca com catupiry e picadinho de frango ao vinho com ervas e muçarela; Lagarto Molhado: Lagarto ao molho de laranja e queijo; Costela do boi: Costela de boi ao vinho e jiló com angu
CHEF: Sandoval Fidélis de Carvalho Filho

QUINTAL GOURMET MANGA ROSA
Menu Degustação: Entrada: Polenta cremosa, fonduta de queijos mineiros e castanhas.
Prato Principal: Porquinho Prensado, cuscuz de canjiquinha e ora-pro-nobis.
Sobremesa: Trifle de banana – banana, doce de leite, paçoquinha e sorvete de creme.
Regatone: Com creme de leite fresco, parmesão, limão e migas de pão.
Peixe do dia: Com purê de banana caramelizada e legumes verdes.
Porquinho Prensado: Com cuscuz de canjiquinha e ora-pro-nobis.
Rabada ao vinho tinto: Cozida por 6 horas, cebolinha e polenta defumada.
Sobremesas: Trifle de banana: banana, doce de leite, paçoquinha e sorvete de creme; Romeu e Julieta: goiabada crocante, sorvete de queijo e tapioca em piso refrescante de canela.
Cardápio de domingo: Paella Mineira
CHEF: Pablo Oazen

QUINTAL GOURMET Ó PAÍ, Ó
Cardápio: Leitoa a pururuca: Arroz branco, tutu, couve, banana frita;
Carne Tropeira: Arroz branco, purê de mandioca, manteiga de garrafa, carne de boi cozida e feijão fradinho. Petiscos: Rocambole de torresmo, Conchinha de Jiló recheada com linguiça de Recreio.
CHEF: Alceir de Andrade de Silva

RESTAURANTE DAS PEDRAS
Entradas: Brusqueta de Shitake, Canudinho de bacalhau, Tartare de salmão
Pratos principais com sobremesa: Costelinha defumada ao molho de barbecue com mashed potatoes, brócolis salteados no azeite aromatizado,alho e alecrim. Sobremesa: Profiteroles de queijo com calda de goiaba;  Tornedor de filé mignon grelhado, espaguete de pupunha ao creme de azeite balsâmico e módena e arroz com nozes. Sobremesa: Manjar de coco, com calda de chocolate; Penne ao molho cremoso de alho poro com camarões salteados no azeite. Sobremesa: Crepe de chocolate com creme de baunilha e morango.
CHEF: Malu França

RESTAURANTE SPETACOLLO
Cardápio:Medalhão do Rei:Medalhão de filé mignon, arroz à piamontese, batata chips; Picanha Sérgio Reis:Picanha ao sal grosso, batata south, arroz com brócolis e alho; Bobó de Camarão:Camarão ao creme de mandioca, aromatizado com coentro e arroz branco.
CHEF: Maria Aparecida Furtado

Inverno e feriado: combinação perfeita para visitar Monte Verde

Cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, a charmosa vila fica ainda mais irresistível no inverno: o sol até brilha de dia, mas a temperatura chega a 3 graus negativos nas madrugadas, convidando a curtir os chalés com lareira e a rica gastronomia local.

Friozinho, lareira, fondue e muito romantismo, tudo em meio à natureza. Se for assim que você imagina o feriado prolongado de Corpus Christi (de 19 a 22 de junho), o destino ideal é Monte Verde, no Sul de Minas Gerais. O inverno começa no dia 21 de junho e essa é a uma excelente época para conhecer e curtir o charmoso vilarejo que fica a apenas 167 km de São Paulo, a 420 km do Rio de Janeiro e a 456 km de Belo Horizonte.Para ajudar os turistas na escolha da hospedagem, os afiliados da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde – AHPMV prepararam pacotes especiais, válidos entre os dias 18 e 22 de junho. Alguns deles, inclusive, estão com programação para a Copa do Mundo.

Feita a reserva do hotel, é hora de preparar o roteiro. Pela manhã, a sugestão é fazer caminhadas e cavalgadas. Os mais aventureiros podem fazer trilhas em motos e quadriciclos, “voar” na megatirolesa, praticar arvorismo e patinar no gelo. Subir a uma das pedras – Partida, Redonda e Chapéu do Bispo – que permitem uma visão incrível da região, também não pode ficar de fora. O comércio e a gastronomia são outros destaques de Monte Verde/MG. A vila possui inúmeras lojas de artesanato que oferecem desde objetos decorativos e utilitários em cerâmica, madeira, metal e couro, até colchas e toalhas em patchwork, sabonetes, perfumes, sais de banho, xampus e outros cosméticos feitos com produtos naturais. Além disso, dispõe de bares e restaurantes que oferecem um variado cardápio, desde a típica comida mineira até pratos de origem europeia, como o foundue, o schlachplatte e o struedel, e casas de chocolate. Para quem não abre mão de uma boa cerveja nem no frio, a sugestão é a conhecer a fábrica e o restaurante Choperia do Fritz. Confira, abaixo, alguns pacotes criados pela Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde especialmente para o feriadão de Corpus Christi.

Pousada Spa Mirante da Colyna
Período: 4 noites
O pacote inclui: café da manhã, chá da tarde e noite de queijos e vinhos. Além disso, o hotel estará totalmente decorado com as cores do Brasil e  disponibilizará um telão para os hóspedes assistirem  os jogos da Copa do Mundo. Em m dias de jogos do Brasil, será oferecido pipoca aos hóspedes.
Valor à vista: de R$ 3.550,00 a R$ 6.920,00, já com taxas.
Vigência do pacote: check in 18/06/2014 a partir das 14h; check out 22/06/2014, até às 12h
Reservas: (35) 3438-2613; (35) 3438-2493; reservas@mirantedacolyna.com.br

Hotel Cabeça de Boi
Período: 4 noites
O pacote inclui: pensão completa e mais atividades com monitores, passeios com guias e atividades de lazer no hotel como arvorismo, pista de patinação, piscina, paintball, waterball, boliche, entre outros. Além disso, terá uma sala toda decorada com as cores do Brasil, telão onde serão exibidos os jogos, coquetel, pratos tipicamente brasileiros e monitores farão atividades focadas na Copa do Mundo, com pais e crianças.
Valor à vista: R$ 2.438,00 (apartamento Pardal) + taxa 5% do valor do pacote. R$ 2.097,00 para pagamento à vista. – diária grátis para crianças de até 3 anos.
Vigência do pacote: check in 18/06/2014, a partir das 14h; check out 22/06/2014, até às 12h
Reservas: (35) 3438-1311; (35) 9249-5400; (35) 8461-2500; (35) 9993-1311; (35)8707-1311; reservas@hcboi.com.br

Chalés Tucano
Período: 4 noites
O pacote inclui: café da manhã colonial
Valor à vista: R$ 1.420,00 para o casal – diária grátis para crianças de até 6 anos.
Vigência do pacote: check in 18/06/2014 a partir das 14h; check out 22/06/2014 até às 12h
Reservas: (35) 3438-1258; chalestucano@uol.com.br

Pousada Bucaneve
Período: 4 noites
O pacote inclui: café da manhã, além de atrações de lazer da pousada como hidromassagem, salão de jogos, sauna e uma massagem no SPA.
Valor à vista: R$ 2.300,00 para o casal no chalé Luxo – diária grátis para crianças de até 6 anos.
Vigência do pacote: check in 18/06/2014, a partir das 14h; check out 22/06/2014, até às 12h
Reservas: (035) 3438-1367; contato@pousadabucaneve.com.br

Pousada Labrador
Período: 4 noites.
O pacote inclui: café da manhã colonial.
Valor à vista: R$ 1.547,00 para o casal – diária grátis para crianças de até 6 anos.
Vigência do pacote: check in 18/06/2014 a partir das 14h; check out 22/06/2014, até às 12h.
Reservas: (35) 3438-1675; pousadalabrador@uol.com.br

Hospedagem Spa da Alma
Período: 4 noites.
O pacote inclui: café da manhã, um pacote de lenha e opções de lazer como sauna e ofurô ao ar livre
Valor à vista: R$ 2.390,00 para quatro pessoas. Não cobra taxas.
Vigência do pacote: check in 18/06/2014, a partir das 10h; check out 22/06/2014, até às 17h.
Reservas: (11) 2306-4425: (11) 99141-5926; hospedag@hospedagemspadaalma.com.br

Estalagem Spiller
Período: 4 noites
O pacote inclui: café da manhã, gel e lenha para a lareira do quarto
Valor à vista: A partir de R$ 1.480,00 para o casal. Não cobra taxas – diária grátis para crianças de até 2 anos.
Vigência do pacote: check in 18/05/2014, a partir das 15h; check out 22/05/2014, até às 13h
Reservas: (35) 3438-2002; estalagemspiller@estalagemspiller.com.br

Sobre Monte Verde – Distrito da cidade mineira de Camanducaia, Monte Verde caracteriza-se pela combinação de um clima frio e romântico com preservação ecológica e esportes de aventura. Bastante procurada principalmente no inverno, quando as temperaturas ficam em torno de 5°C, Monte Verde conta com excelente infraestrutura hoteleira – mais de 180 opções de hospedagem –, restaurantes que servem desde a mais tradicional cozinha mineira até pratos da culinária contemporânea e típicos do inverno, como foundue, um centro comercial movimentado, atividades como caminhadas, rappel, arborismo, rafting, motocross, cavalgadas e uma pista de patinação ecológica. Cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, a estância fica a mais de 1.500m de altitude, está a 167 km da capital paulista, 420 km do Rio de Janeiro e a 456 km de Belo Horizonte. Veja mais sobre Monte Verde em www.monteverde.org.br.

Sobre a AHPMV – Criada há 10 anos, a Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde reúne estabelecimentos com serviços de excelência garantida e que são avalizados pelo selo de qualidade “Plátano de Ouro”. Com sede ao lado do portal de entrada de Monte Verde, possui equipe de profissionais capacitados para atender aos turistas com informações sobre hospedagens e dicas de lazer.

Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal acontece nesta quarta

A proposta é valorizar e divulgar o queijo minas artesanal e é um dos destaques da 54ª Exposição Estadual Agropecuária.

A sétima edição do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal será um dos destaques da 54ª Exposição Estadual Agropecuária. A disputa acontece no dia 4 de junho e é promovida pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Emater-MG, Instituto Mineiro de Agricultura (IMA), Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg) e Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg). A proposta é valorizar e divulgar o queijo minas artesanal.

O concurso terá início às 16h. Os objetivos do evento são estimular a produção com qualidade, divulgar e valorizar o queijo minas artesanal. Participam da disputa 30 produtores cadastrados no IMA. Eles foram classificados após vencerem os concursos regionais do queijo minas artesanal na seis regiões identificadas como produtoras tradicionais da iguaria. A comissão julgadora será composta por oito integrantes. Os queijos serão avaliados de acordo com os critérios: apresentação, cor, textura, consistência, paladar e olfato. Serão escolhidos os cinco melhores queijos e a premiação acontece no dia 5 de junho às 10h.

“O concurso promove a melhoria continuada do produto, a interação entre as regiões, divulgação da qualidade do queijo minas artesanal e apresenta para o consumidor da capital o ‘verdadeiro’ queijo minas artesanal”, diz o coordenador técnico estadual da Emater-MG, Albany Árcega.

A Exposição Estadual Agropecuária é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), IMA e Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg). A exposição acontece de 3 a 8 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte.

Queijo Minas Artesanal

De acordo com a Emater-MG, as seis regiões produtoras de queijo minas artesanal (Serro, Canastra, Araxá, Campo das Vertentes, Cerrado e Triângulo Mineiro) têm 9.789 produtores, que são responsáveis por uma produção de cerca de 29.897 toneladas de queijo por ano. A Emater-MG orienta os produtores sobre adequações das queijarias, currais e anexos, obtenção higiênica do leite, tratamento de água, controle sanitário do rebanho, boas práticas agropecuárias, boas práticas de fabricação e exigências da legislação vigente. A empresa também exerce um papel importante na mobilização e organização dos produtores.

O reconhecimento destas regiões é respaldado por estudos do processo de fabricação, em cada região, tendo em vista características peculiares do local de origem, tais como: história, economia, cultura e clima, entre outros itens. “Foram feitos estudos históricos e agrogeológicos para identificar e caracterizar a produção, que tem uma importância econômica, social e cultural muito significante para os municípios incluídos”, explica a coordenadora técnica estadual da Emater-MG, Marinalva Soares. Os estudos técnicos realizados para a identificação das regiões produtoras do queijo minas artesanal no Estado foram realizados pela Emater-MG em parceria com outras instituições.

Fonte: Agência Minas

MG disponibiliza tradução de termos da gastronomia mineira para estabelecimentos

Ingredientes, porções e pratos são apresentados em português, inglês e espanhol para o setor de bares e restaurantes durante a Copa.

A menos de 30 dias para o início da Copa do Mundo e com a expectativa da vinda de milhares de turistas para os jogos, os restaurantes e bares de Minas Gerais podem consultar a relação de termos da gastronomia mineira disponibilizada pelo Governo do Estado em outras línguas. Disponível no site www.mgoestadodagastronomia.com.br, a lista apresenta ingredientes, pratos e porções em português, inglês e espanhol.  É possível encontrar também informações importantes para a elaboração de cardápios, tais como formas de pagamento e dias da semana, nas três línguas. Clique aqui para visualizar o arquivo.

O arquivo foi elaborado a partir de pesquisa e levantamento de dados em documentos e materiais cedidos pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Abrasel/MG. O documento desenvolvido pelo Governo de Minas é um instrumento de apoio aos chefs e demais profissionais do setor gastronômico.

Fonte: Agência Mias

Trade de MG quer reposicionamento do Turismo de bem-estar

Evento promovido pela FBHA terá próxima edição em Ouro Preto, no segundo semestre

Após dois dias de intensa programação voltada ao trade turístico de Minas Gerais, a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) comemora os resultados do 9º Encontro da Hotelaria Mineira, realizado nos dias 9 e 10 de maio em Poços de Caldas. Considerado um sucesso de público e conteúdo por todos os participantes – autoridades, empresários, profissionais e fornecedores – o evento discutiu, entre outros temas, o reposicionamento do turismo de bem-estar no estado, tendo como exemplo Caldas da Rainha, estância termal em Portugal.

A médica Maria da Conceição Feliciano Camacho Alves, diretora do Centro Termal de Caldas da Rainha, apresentou aos empresários brasileiros a palestra ‘Termalismo de bem estar, saúde e lazer’, em que compartilhou pontos relevantes da sua expertise à frente de uma das referências europeias no segmento turismo de bem-estar. Maria da Conceição falou sobre os efeitos curativos das águas termais e sobre o novo conceito de turismo de bem-estar, que proporciona uma variedade de tratamentos térmicos e minerais, massagens relaxantes, fisioterapia, tratamentos de pele, ioga, entre outras terapias, como forma de melhorar a saúde e diminuir o estresse.

Segunda a diretora, desde que o Centro Termal de Caldas da Rainha, primeira estância termal construída no mundo (1485), adotou a nova cultura de bem-estar, 30% do número de visitantes já é de pessoas que buscam relaxamento e lazer.

“Estamos conquistando um outro público, mais jovem e com mais dinheiro para gastar, que procura além do tratamento termal outros tipos de terapias. E isso está refletindo em muitos outros negócios em Caldas da Rainha, hotelaria, bares e restaurantes e comércio em geral. Está sendo muito bom para o turismo e a  economia da cidade’, explica a médica.

Este é o caminho que os empresários do turismo de Minas Gerias estão buscando para as estâncias termais e hidrominerais do estado. Está prevista para junho a abertura aos visitantes da tradicional Termas Antonio Carlos, inaugurada na década de 1930 e totalmente restaurada no novo formato de bem-estar, que não se restringe às águas termais. Além das 90 cabines de banho termal, o balneário passará a ter massagens, fisioterapia e tratamentos de pele, entre outros.

Para o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio, o tema é muito oportuno, uma vez que Minas Gerais tem significativa vocação turística para esse segmento, que no Brasil cresce 10% ao ano. “Caldas da Rainha é um case que inspira o setor de turismo mineiro a se reestruturar para atrair outros perfis de públicos e fomentar o crescimento da hotelaria. É importante que o Ministério do Turismo e as administrações locais estabeleçam estratégias para o desenvolvimento do turismo de bem-estar, não apenas para Minas Gerais, mas também para todas as outras estâncias termais e hidrominerais do País”, afirma.

O Encontro também contou com oficinas práticas e palestras sobre hospitalidade,cluster turístico e desafios da governança, entre outros temas que provocaram discussões sobre perspectivas e os principais desafios para o setor de hospedagem.

Durante o evento, a FBHA promoveu o Festival Gastronômico Hotel Gourmet, que reuniu admiradores da gastronomia em torno de receitas especiais preparadas porchefs dos mais renomados hotéis mineiros.

9º Encontro da Hotelaria Mineira foi realizado pela FBHA em parceria com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de Poços de Caldas e com o apoio do Sistema Fecomércio, Sesc e Senac e da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Ainda em 2014, a FBHA realizará mais uma edição doEncontro da Hotelaria Mineira, desta vez em Ouro Preto, no segundo semestre de 2014.

IHG inaugura primeiro empreendimento em Minas

O Intercontinental Hotel Group (IHG) anunciou a abertura de sua primeira unidade em Minas Gerais. O Holiday Inn Belo Horizonte Savassi foi aberto no dia 1º e conta com 216 apartamentos distribuídos por 16 andares, além de quatro salas de reuniões, com capacidade de acomodar até 130 pessoas. “A abertura do hotel baseia-se nas nossas raízes e na longa presença no Brasil, e continua com o compromisso da IHG de desenvolver hotéis que ofereçam a todos os viajantes uma estada confortável e de qualidade em qualquer cidade”, disse o vice-presidente da IHG para Distribuição e Marketing Comercial no México, América Latina e Caribe, Gerardo Murray. A unidade mineira é a 14º da rede hoteleira em todo o País.

Os apartamentos do novo hotel dispõem de camas de casal (queen ou king size), área de estar com poltrona, secador de cabelo, cafeteira, ferro e tábua de engomar, além de estação de trabalho ergonômicas e banheiros com chuveiro multifuncional. Junto ao hotel, foi apresentado também o restaurante Drummond, especializado cozinha contemporânea internacional e na culinária mineiras.

Fonte: Panrotas

FBHA realiza em Poços de Caldas 9º Encontro da Hotelaria Mineira

Evento que visa à troca de experiências nos setores de hospedagem e alimentação terá palestra da diretora do Centro Hospitalar e Termal de Caldas da Rainha (Portugal).

s riquezas naturais e históricas do interior de Minas Gerais serão o cenário de mais uma edição do Encontro da Hotelaria Mineira, evento voltado para empresários e profissionais de administração e gerência de hotéis, pousadas, spas, albergues, motéis, restaurantes, bares e similares. Desta vez, Poços de Caldas, cidade turística do Sudoeste do Estado, foi escolhida pela Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) para sediar a nona edição do evento, nos dias 9 e 10 de maio, no Espaço Cultural da Urca. As inscrições são gratuitas.

O Encontro será aberto com a palestra ‘Termalismo de bem estar, saúde e lazer’, de Maria da Conceição Feliciano Camacho Alves, diretora do Centro Hospitalar e Termal de Caldas da Rainha, distrito de Leiria, em Portugal – a primeira estância termal construída no mundo, em 1485, pela Rainha D. Leonor. Uma experiência de cinco séculos em tratamento e turismo termal, segmento que também é um potencial de Poços de Caldas e Araxá, entre outras cidades brasileiras. Esse tipo de turismo atrai visitantes que estão em busca de bem estar, lazer e saúde.

Além dessa palestra, os participantes poderão beber em outras fontes que trarão à discussão assuntos atuais, de grande interesse dos setores de hospedagem e alimentação. Entre os quais estão Cluster turístico, Retrofit, governança, hotel independente, recepção, hospitalidade e desafios da hotelaria de lazer em Minas Gerais.

Paralelamente ao 9º Encontro da Hotelaria Mineira haverá uma feira de produtos e serviços. A programação do evento inclui ainda duas oficinas gastronômicas: ‘Turismo e Hospitalidade’ e ‘Administração e Informática’, com professores do Senac.

Outro ponto alto do Encontro será o Festival Gastronômico Hotel Gourmet que apresentará receitas especialmente elaboradas por chefs dos principais hotéis de Minas Gerais.

A realização do 9º Encontro da Hotelaria Mineira é da FBHA em parceria com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de Poços de Caldas. O evento conta com os seguintes apoios: Sistema Fecomércio, Sesc e Senac e da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC); Prefeitura Municipal de Poços de Caldas; Associação Comercial , Industrial e Agropecuária de Poços de Caldas – Acia; Sindicato do Comércio de Poços de Caldas – Sindicomércio de Poços de Caldas e Poços de Caldas Convention & Visitors Bureau.

No segundo semestre deste ano, a FBHA realizará mais uma edição do Encontro da Hotelaria Mineira, desta vez em Ouro Preto.

Serviço:

9º Encontro da Hotelaria Mineira
Realização Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de Poços de Caldas
9 e 10 de maio
Espaço Cultural da Urca – Praça Getúlio Vargas – Centro – Poços de Caldas
Inscrições gratuitas: www.encontrohotel.com.br