Ranking mostra transparência das cidades-sede da Copa

Brasília, Porto Alegre e Belo Horizonte foram os destaques positivos nos Indicadores de Transparência Municipal das cidades-sede da Copa do Mundo, segundo o Instituto Ethos. Os Indicadores de Transparência, umas das ações do projeto Jogos Limpos Dentro e Fora dos Estádios, são uma ferramenta que permitem medir a transparência e os canais de participação da população em relação aos investimentos públicos para a realização do Mundial de 2014. As três cidades superaram os 70 pontos no índice que vai de zero a 100. O destaque negativo ficou por conta de Natal, que diminuiu a pontuação em relação à primeira edição, de novembro de 2012.

Na primeira edição, nenhuma das 12 cidades-sede alcançou 50 pontos, sendo as mais bem colocadas Porto Alegre (49,9) e Belo Horizonte (49,8). Na nova edição, quem lidera o ranking é Brasília, com 77,2 pontos, seguida por Porto Alegre, com 71,8, e Belo Horizonte, com 70,3 pontos, sendo as três consideradas com “alto nível de transparência”. O Rio de Janeiro também teve pontuação acima de 50, com 50,3 pontos. As piores notas foram de Natal, com 12,2, Salvador, com 19,4, e Fortaleza, com 23,2 pontos.

Segundo o instituto, o resultado negativo de Natal foi consequência do fechamento da Sala de Transparência da Copa, local onde a população tem acesso às informações sobre o campeonato. A capital do Rio Grande do Norte foi prejudicada, também, pelas substituições no comando da Secretária Municipal da Copa de Natal. Confira, abaixo, a pontuação das 12 cidades-sede no último levantamento:

Brasília – 77,2
Porto Alegre – 71,8
Belo Horizonte – 70,3
Rio de Janeiro – 50,3
Cuiabá – 49,0
Curitiba – 45,8
São Paulo – 38,1
Recife – 35,5
Manaus – 25,1
Fortaleza – 23,2
Salvador – 19,4
Natal – 12,2

Fonte: Panrotas

Deixe uma resposta