FBHA aponta 37 mil contratações em hospedagem e alimentação para a Copa do Mundo

As demandas turísticas da Copa do Mundo ampliarão, em junho e julho, os postos de trabalho temporário nos setores de hospedagem (hotéis, pousadas, albergues, motéis, resorts e similares) e alimentação fora do lar (restaurantes, bares e similares) nas 12 cidades-sede. A estimativa é da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) que aponta a criação de 7 mil novas vagas formais no setor hoteleiro e 29,9 mil nos estabelecimentos de alimentação nas cidades que sediarão o Mundial de Futebol.

“Este ano, com a realização da Copa, principalmente o setor de hospedagem manteve em seu quadro de pessoal parte das contratações realizadas para a alta temporada do verão. Entretanto, com o grande número de turistas que o Brasil receberá, ainda serão necessárias mais contratações para compor as equipes”, avalia o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio.

As bases de cálculo da Federação são a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2013, do Ministério do Trabalho e Emprego, e dados dos setores de hospedagem e alimentação fora do lar.

CIDADE-SEDE CONTRATAÇÕES/ HOSPEDAGEM (JUNHO/JULHO 2014) CONTRATAÇÕES/ALIMENTAÇÃO FORA DO LAR (JUNHO/JULHO 2014)
RIO DE JANEIRO 1.500 6.000
SÃO PAULO 2.000 10.000
BELO HORIZONTE 800 3.000
RECIFE 350 1.500
SALVADOR 800 2.800
FORTALEZA 250 900
NATAL 200 300
MANAUS 50 380
CURITIBA 450 2.000
PORTO ALEGRE 400 2.000
CUIABÁ 100 250
BRASÍLIA 100 800
TOTAL 7.000 29.930

Deixe uma resposta