Embratur entra em campo contra exploração sexual

Foto: Embratur / Divulgação

Instituto vai levar Fafá de Belém para Feira de Lisboa, para orientar operadores sobre Disque 100. Material em inglês, francês e espanhol também será distribuído para turistas.

Em março, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) vai divulgar o serviço Disque 100, de denúncia de casos de exploração sexual, em uma das principais feiras de turismo da Europa. A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) 2014 vai receber um stand da Embratur e, nele, ocorrerá uma ação de divulgação do Disque 100 com participação da cantora Fafá de Belém.

O presidente da Embratur, Flávio Dino, fez o convite à cantora durante o lançamento da campanha do Disque 100 para o Carnaval deste ano. “Estou muito orgulhosa porque sou mãe e sou avó e, a partir daí, a gente ganha uma responsabilidade ainda maior”, afirmou Fafá. “A minha bandeira é, na dúvida, denuncie. É mais fácil pedir desculpa a um adulto por ter suspeitado dele do que pedir desculpa a uma criança por, no momento decisivo, ter deixado que sua infância fosse violentada”, afirmou Fafá de Belém.

A ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, aproveitou o evento para elogiar o posicionamento da Embratur contra o uso de apelo sexual em camiseta da Adidas alusiva à Copa do Mundo. “Agradeço a atitude firme que teve a Embratur em nome do governo brasileiro”, afirmou a ministra Maria do Rosário. “A presidenta se solidarizou e reconheceu a ação, buscando um posicionamento firme de que o Brasil não aceita a exploração sexual. Essa atitude que a Embratur teve de defesa das mulheres foi coerente com a política de direitos humanos do governo Dilma”.

O presidente da Embratur lembrou que, desde o final do ano passado, os 15 maiores emissores de turistas para o Brasil recebem informações sobre o Disque 100. “E isto ocorrerá com este evento também”, afirmou Dino. “Esse episódio da Adidas deixa clara a necessidade do reforço de medidas preventivas”.

O serviço do Disque 100 é gratuito e funciona 24 horas por dia. Por meio dele, você pode denunciar suspeitas de abuso e outros tipos de violência contra crianças e adolescentes.

Fonte: Embratur

Deixe uma resposta