Culinária mineira e cenário rural atraem turistas para MG

Foto: Serra Rurais / Empyreo Destilaria / Divulgação MTur

Roteiro oferece cenário bucólico de serras para cavalgadas, visita a museus e uma variedade de quitutes e iguarias para degustação localizadas no sul de Minas, a pouco mais de uma hora da capital paulista.

Nas serras mineiras, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo, o maior patrimônio da região são as pessoas e seus saberes. No período da Copa do Mundo, os turistas que viajarem pelo país para acompanhar os jogos estão convidados a conhecer a Serra da Mantiqueira mineira, no extremo sul do estado, que agora dispõe de um roteiro especialmente desenvolvido para esse público. Os municípios desse roteiro ficam a 160 quilômetros de distância do aeroporto de Guarulhos e são uma opção ideal para turistas brasileiros e estrangeiros que forem à capital paulista assistir ao mundial. São quatro opções de passeios, que podem ser aproveitados em um, dois ou três dias.

Os turistas que visitarem os municípios localizados nas Serras Rurais de Minas Gerais têm a possibilidade de conhecer a rotina do homem do campo em visitas ao curral para ordenha, em cavalgadas ou experimentando quitutes no café da manhã servido no casarão das fazendas. Os passeios reservam ainda outras surpresas, como conhecer os atrativos rurais naturais e degustar iguarias da região. Tudo acompanhado da conhecida hospitalidade mineira.

As Serras são um destino cativo de paulistanos que querem fugir da cidade grande aos fins de semana. Um dos pontos mais valorizados na região é a fazenda Esperança que possui um acervo histórico expressivo, composto por um casarão de 1882, um museu e muitas histórias de cinco gerações da família do proprietário. Além de ser um atrativo para o turista não habituado com a vida no campo, a fazenda dispõe de chalés e um restaurante que serve produtos feitos na propriedade, inclusive a carne de porco “na lata”, método adotado por tropeiros que usavam a banha de porco para conservar a carne.

Em Monte Verde, cidade mais famosa do roteiro, os termômetros registram 1 grau nas noites mais frias, temperatura ideal para o visitante curtir um clima de montanha, tomando vinho e comendo fondue. Conhecida como a Suíça mineira, a região concentra renomados chefs internacionais que servem delícias gourmets inspiradas na culinária mineira.

No sítio Quebelo, os turistas participam de oficinas de artesanato, esculturas ou leitura. No município de Gonçalves, famoso por suas iguarias culinárias, a empresa Senhora das Especiarias produz geleias e antepastos. No Recanto do Ipê, o turista pode tomar um café colonial com 28 itens na casa dos proprietários da fazenda, com direito a boas conversas, quitutes e quitandas disponíveis para venda.

Serras Rurais integra um conjunto de 23 roteiros elaborados ou reformulados pelo projeto Talentos do Brasil Rural, que inclui a agricultura familiar entre as principais atrações. O trabalho é resultado de uma parceria entre o Sebrae e os ministérios do Turismo e do Desenvolvimento Agrário.

Os roteiros, escolhidos por meio de chamada pública, foram mapeados, apresentados ao mercado turístico, receberam consultoria especializada e apoio à comercialização. Um dos requisitos para a escolha foi a proximidade das cidades-sede, de modo que não fiquem a mais de três horas das capitais dos jogos, considerando meio terrestre ou aquaviário.

Os programas turísticos são compostos por empreendimentos da agricultura familiar, que valorizam a identidade cultural da região, promovem a geração de emprego e renda e agregam valor à produção de grupos locais. Cerca de 400 empreendimentos em 54 municípios fazem parte do projeto.

Serviço

Rota da Cachaça
Indicada para pessoas interessadas em conhecer o processo de produção da cachaça desde a plantação da cana-de-açúcar. Dá ao visitante a possibilidade de experimentar e levar para casa diferentes marcas de destilados de várias cidades da região, além de produtos feitos a partir da cachaça. O passeio tem duração de um ou três dias, a depender do interesse do cliente.

Recantos Rurais – Monte Verde Rural
Monte Verde já é um destino conhecido, mas ofertado com novas experiências rurais, como passeio a cavalo, visitas a entrepostos de produção e gastronomia rural pode ficar ainda melhor. Ver o cultivo de frutas vermelhas, de ervas ou de trutas, provar da hospitalidade mineira em um almoço caseiro ou conhecer os encantos da Fazenda Esperança estão entre os atrativos desse roteiro. É possível também passar por uma reserva de samambaiaçu, uma planta ameaçada de extinção, e conhecer um moinho de pedra. Isso tudo sem deixar de visitar os encantos da vila de Monte Verde, num agradável passeio de dois dias, indicado para casais, famílias ou grupos de até 15 pessoas.

Rota Fernão Dias – Na Trilha Bandeirante
Em dois dias de passeio o visitante interessado em vivenciar a ruralidade e o modo de vida do interior de Minas Gerais terá a oportunidade de adentrar por sítios e fazendas começando por Extrema, cidade que separa os estados Minas e São Paulo. No Recanto do Ipê será possível tomar um “Café Mineiro, Uai”, antes de conhecer cachoeiras da região. Mas o turista também pode ver a produção de morangos orgânicos, conhecer um alambique e comer um leitão à pururuca.

Minas Gourmet nas Serras Rurais
Ofertado ao público interessado em conhecer experts gourmets locais, produção orgânica e agricultores familiares, com a possibilidade de experimentar tradicionais receitas rurais, bem como pratos mais elaborados. Envolve experiências como um passeio de “trenzinho” puxado por trator, o conhecimento da criação de trutas, uma cavalgada e a participação em uma oficina de geleias, além de contato com a natureza. No Bar Libertas será possível conhecer o Thiana, um agricultor e chef de cozinha com muita história para contar. Pode ser ofertado em 1 ou 3 dias, com a possibilidade de hospedagem em pousadas de charme em Extrema, Cambuí ou Gonçalves.

Acesso: 160 km de São Paulo (Aeroporto de Guarulhos)

Saindo de São Paulo, o acesso é feito pela Rodovia Fernão Dias (BR 381), sentido Belo Horizonte. Os municípios de Extrema, Camanducaia e Cambuí ficam ao longo da rodovia e os demais pontos do roteiro também podem ser alcançados a partir dela. Se o destino for Gonçalves, há a opção de acesso asfaltado pela Rodovia Carvalho Pinto no sentido Campos do Jordão, passando por Santo Antônio do Pinhal até Gonçalves.

Para circular pelo roteiro recomenda-se dispor de um veículo de passeio ou contratar um serviço de turismo receptivo, sendo necessária a reserva antecipada.

Municípios incluídos
Camanducaia (inclusive Monte Verde), Cambuí, Extrema, Gonçalves, Córrego do Bom Jesus, Itapeva, Bom Repouso, Pouso Alegre e Senador Amaral

Comercialização
Os roteiros são comercializados pelo receptivo local em duas opções:

1) com guia local, partindo de Cambuí
2) sem guia local, em veículo próprio, a partir de voucher de viagem emitido pelo receptivo local, que oferece o suporte necessário.

Cambuí Adventure: (35) 3431-1230
isiscambui@hotmail.com
www.cambuiadventure.com.br

Experiências recomendadas: Cesta de café da manhã. O roteiro preparou uma cesta de café da manhã com 12 produtos da região para os turistas levarem para casa.

1. Geleias, Chutney´s e Antepastos de “A Senhora das Especiarias” de Gonçalves
2. Cachaças e Licores do Alambique JJ de Extrema
3. Cervejas da Cervejaria Fritz de Camanducaia/Monte Verde
4. Doces Serra Verde de Cambuí
5. Doces Portão de Cambuí
6. Cachaças e Cachaças Aromatizadas Empyreo Destilaria de Extrema
7. Doces de Frutas Vermelhas e Leite Fazenda Grande de Pouso Alegre
8. Queijos especiais Laticínio Morada do Sol de Senador Amaral
9. Geleias do Recanto do Ipê de Extrema
10. Cachaça Capela de Cambuí
11. Balas de Gengibre do Sítio Quebello de Itapeva
12. Antepastos de Umbigo de Banana de Virgínia Coelho

Fonte: Ministério do Turismo

Deixe uma resposta