Embratur vai propor para a FIFA orientação a patrocinadores

O presidente da Embratur quer que a entidade oriente empresas a não associar suas marcas ao apelo sexual e que contribuam para divulgação do Disque 100.

Em entrevista coletiva, na tarde do dia 25/02, o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, comentou a carta enviada à empresa Adidas em que pediu a retirada de circulação de camiseta com alusão sexual ao Brasil. “A Embratur trabalha para combater esse tipo de caso, principalmente no que diz respeito à mercantilização e comercialização do corpo da mulher. O povo brasileiro e, especialmente, a mulher brasileira merece respeito”, afirmou Dino.

Para Dino, as empresas que querem associar sua imagem aos atrativos turísticos do Brasil durante a Copa do Mundo devem seguir os parâmetros utilizados pelo governo federal há mais de uma década. “E dentro desses parâmetros está a não aceitação da exploração sexual e, portanto, não tratar os corpos de homens e mulheres brasileiros como atrativos turísticos”, afirmou. “Em casos como este, a primeira ação da Embratur é preventiva, de entrar em contato com a empresa responsável pela fabricação e comercialização dos produtos”.

A Embratur vai propor um encontro com Secretaria de Políticas para as Mulheres e Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República para debater a ampliação de campanha contra a exploração sexual durante a Copa do Mundo. “Vou propor que encaminhemos à FIFA uma orientação, a ser repassada aos patrocinadores oficiais, para que não utilizem o apelo sexual em seus anúncios”, afirmou Dino. A Embratur também vai propor que as empresas possam colaborar na divulgação do Disque 100.

Dino ressaltou, ainda, que a atitude do governo em repudiar e combater a exploração sexual por meio do turismo traz consequências positivas. “Isso faz com que mais empresas não produzam e muito menos comercializem produtos com essa conotação”, finalizou.

Apoio ao combate à exploração sexual

Em mensagem enviada aos operadores e agentes de viagens do exterior, a Embratur pediu colaboração para que ajudem a denunciar suspeitas de caso de exploração sexual.  O comunicado do presidente divulgou ao trade turístico internacional o serviço Disque 100. Mantido pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos que recebe denúncias sobre violação de direitos humanos em nosso país. A mensagem orientou os profissionais a informarem seus clientes da existência do serviço e a utilizá-lo em caso de presenciar algum caso em território nacional. O objetivo é levar o Disque 100 ao conhecimento da primeira ponta da cadeia do turismo internacional, o operador que vende pacotes no exterior.

Veja carta enviada para Adidas:



Setur-BA inicia amanhã o atendimento para o carnaval

A Operação Guias e Monitores do Carnaval, que visa atender aos turistas que visitam Salvador durante o feriado, terá início amanhã (27), às 14h, no Aeroporto Internacional de Salvador. O projeto, desenvolvido pela Setur-BA, contará com cerca de 300 profissionais que ficarão espalhados em 21 pontos, como porto, aeroporto, rodoviária, hotéis, ferry-boat e locais estratégicos dos três circuitos da folia (Pelourinho, Campo Grande e Barra).

Pelo sétimo ano consecutivo, os turistas terão o auxílio de profissionais habilitados em até seis idiomas: português, inglês, espanhol, alemão, francês e italiano. Alguns guias e monitores também farão atendimento em russo, japonês e mandarim. Haverá ainda atendimento na Língua Brasileira de Sinais, para surdos.

A operação funciona 24 horas, com início às 00h de amanhã e término às 12h do dia 05 de março, quarta-feira de cinzas. De acordo com o secretário de Turismo da Bahia, Pedro Galvão, nos últimos sete anos foram feitos, aproximadamente, 500 mil atendimentos. “Somente em 2013, cerca de 144 mil pessoas utilizaram o serviço”, completou.

Fonte: Panrotas

Embratur promove o Brasil no mercado colombiano

A participação na Anato é mais uma ação de promoção turística do Brasil na América do Sul. No estande do país, participam 12 co-expositores, entre eles destinos turísticos, companhias aéreas e empresas de receptivo

Com o objetivo de ampliar as possibilidades de novos negócios para o país por meio da apresentação dos produtos e destinos turísticos brasileiros, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) irá participar da 33ª edição da Vitrina Turística – Anato. O evento, que começa na quarta-feira (26) e vai até o dia 28, em Bogotá, na Colômbia, marca o início das ações de promoção turística do Brasil na América do Sul para o ano de 2014. São esperados 30 mil visitantes e cerca de 700 empresas expositoras irão realizar seus contatos e conhecer a diversidade da oferta turística para 2014.

Para a diretora de Mercados Internacionais da Embratur, Leila Holsbach, a presença do Brasil no evento permitirá que operadores e agentes de turismo da Colômbia conheçam melhor o país e aumentem a oferta de produtos brasileiros.

“Ter contato direto com o profissional e apresentar as novidades faz com que o operador se sinta estimulado a vender o Brasil. A Anato é o principal evento de turismo na Colômbia, por isso, é fundamental levarmos novidades e aproveitarmos o momento de exposição do Brasil no ano da Copa do Mundo”, afirma a diretora.

O estande de 108 m² da Embratur contará com a presença de 12 coexpositores. No mesmo espaço, o mascote da Copa de 2014, o Fuleco, apresentará ao público a brincadeira das “embaixadinhas”. Durante as tentativas, um “especialista” fará demonstrações para convidar os visitantes. Os participantes serão premiados com bolas que contêm a Marca Brasil.

Esta é mais uma das feiras que o Instituto soma no seu calendário oficial de eventos. Em 2014, serão 25 participações em eventos internacionais.

Perfil colombiano
Atualmente, a Colômbia é 13º principal emissor de turistas para o Brasil. Em 2012, mais de 100 mil visitaram as terras brasileiras. Atualmente, existem voos diretos de Bogotá para Rio de Janeiro e São Paulo, totalizando 32 frequências semanais.

Para potencializar a promoção turística do Brasil como sede da Copa do Mundo de 2014, a Embratur realizou duas edições do Goal To Brasil na Colômbia. A primeira aconteceu em agosto de 2012, e a segunda em setembro de 2013, quando foi inaugurado um novo formato para o evento. Em 100 encontros comerciais entre operadores brasileiros e colombianos, 81% geraram expectativas de negócios. Este número pode representar mais de US$ 1,5 milhão em transações para o turismo brasileiro. A ação proporcionou uma rodada de negócios entre os operadores de turismo colombianos e brasileiros.

A Colômbia conta com o Comitê Descubra Brasil, que atua desde 2005, como importante instrumento de promoção do Brasil no país. São realizadas diversas ações de promoção e apoio à comercialização que fornecem aos operadores, agentes e transportadores maiores conhecimentos sobre os novos destinos, segmentos e produtos ofertados.

Já as ações do Escritório Brasileiro de Turismo (EBT) são baseadas em uma dinâmica funcional que envolve, principalmente, ações estratégias de promoção e comercialização. O executivo trabalha para ampliar a relação comercial de longo prazo com operadoras e clientes potenciais.

Fonte: Embratur

Gol adapta configuração de 116 aviões até a Copa

Os operadores associados à Braztoa foram informados em primeira mão, pelo presidente da Gol, Paulo Kakinoff, sobre a adoção do produto Gol Mais, com a instalação de assentos conforto, em todas as aeronaves da companhia com operação doméstica. Kakinoff participou da convenção da associação, realizada neste fim de semana, em São Paulo, e informou que o sucesso do produto na ponte aérea Rio-São Paulo justifica sua ampliação.

Com isso, a Gol terá 33 aviões com o novo padrão até o carnaval, chegando a 116 antes do período da Copa do Mundo. Com a nova configuração, os modelos Boeing 737-800NG passam a ter 177 assentos, contra os 189 oferecidos anteriormente. As fileiras 2 a 7 do lado direito e 3 a 7 do lado esquerdo são identificadas como GOL+Conforto. Nessa categoria, a distância entre essas fileiras passa de 30 para 34 polegadas (86,3cm) e a reclinação do encosto aumenta em 50%. Nas demais fileiras a distância entre as poltronas aumenta de 30 para 31 polegadas (78,7cm).

Os modelos Boeing 737-700 terão 138 assentos (eram 144) e a configuração GOL+Conforto será das fileiras 1 a 7 em ambos os lados. Nas demais fileiras a distância é de 30 polegadas (76,2 cm). Segundo a Gol, as mudanças farão com que a companhia, até o final deste ano, tenha a maior oferta de assentos na categoria A de acordo com o padrão de classificação da Anac. As aeronaves com a nova configuração são identificadas com GOL+ na fuselagem.

Fonte: Panrotas

De olho na qualidade, Bahia lança Reclame Turismo

Os táxis foram os responsáveis pelas primeiras reclamações do Reclame Turismo, programa lançado ontem pela Secretaria de Turismo da Bahia. Trata-se de um aplicativo que permite ao consumidor reclamar de problemas referentes à má prestação de serviços turísticos diretamente com a Secretaria de Turismo do Estado. “Lançamos ontem esse aplicativo e hoje já tivemos as primeiras reclamações, provocadas por taxistas”, disse o secretário de Turismo da Bahia, Pedro Galvão, que participou no sábado da convenção da Braztoa, em São Paulo.

Na prática, a reclamação do turista é encaminhada a equipe de plantão na Secretaria de Turismo baiana, que deve prestar resposta no prazo máximo de uma hora, depois de contatar a empresa ou serviço reclamado. “Nosso objetivo é aumentar a qualidade do produto turístico oferecido em nosso Estado”, explica o secretário. “Desenvolvemos o aplicativo dentro da própria secretária, por nossos técnicos, e somos pioneiros nesse serviço no Brasil”, completou.

Fonte: Panrotas

Embratur divulga Brasil em ônibus turístico no Peru

Foto: Divulgação

Por uma iniciativa da Embratur e do Comitê Descubra Brasil Peru, um ônibus que estampa o Brasil circula pelas ruas de Lima, no Peru, até o final deste mês. De um lado do ônibus, o Pelourinho representa a capital baiana, Salvador. Do outro, Fernando de Noronha enobrece Pernambuco.

O veículo realiza 11 rotas diferentes, com diversos horários de saída, e os passeios duram de cinco a seis horas, durante os sete dias da semana. Para a diretora de Mercados Internacionais da Embratur, Leila Holsbach, o importante é que o País se fortaleça nos planos de viagens futuras. “Além dos peruanos que circulam pela cidade, os turistas de todo o mundo que visitam Lima poderão conhecer destinos turísticos do Brasil. Nosso objetivo é inserir o País no imaginário de potenciais visitantes”, explica.

Fonte: Panrotas

Argentina terá investimento de US$ 1,2 milhão no Brasil

O ministro da Argentina, Enrique Meyer, promete investimentos de US$ 1,2 milhão no mercado brasileiro este ano, para fazer promoções e ações que façam o nível de visitantes brasileiros voltar ao recorde de alguns anos atrás. Segundo ele, o final de 2012 e o começo de 2013 foram de queda na visitação de brasileiros, mas já há sinais de reversão.

Isso graças a parcerias com os operadores brasileiros da Braztoa, ao aumento da malha aérea da Aerolineas Argentinas (que chega a 78 aviões contra 24 em 2006, quando era privada) e aos atrativos econômicos e de equipamentos, especialmente de inverno, nos destinos argentinos.

O presidente da Braztoa, Marco Ferraz, e seu vice, Eduardo Barbosa, assinaram na noite desta sexta-feira a renovação de um convênio que garante o aporte financeiro do governo argentino em ações com a associação, que faz a contrapartida no mesmo valor pela iniciativa privada. “É um ano atípico, difícil, mas de colher frutos”, disse Barbosa, que acredita que a promoção da Argentina na Copa ajudará os operadores a vender mais o país.

“Nossa parceria com a Braztoa é tão antiga e de confiança que nem precisaríamos desse documento, mas são as formalidades”, disse Meyer.

Cerca de 80% dos 94 associados Braztoa se reúnem neste final de semana no Sheraton WTC, em São Paulo, para uma programação que inclui a comemoração dos 25 anos da entidade, palestras, como da Gol e da Tap, assembleia que prevê alterações estatutárias, eventos sociais e até uma visita ao Itaquerão.

Fonte: Panrotas

Principal acesso a Machu Picchu no Peru é reestabelecido

A principal estrada de acesso a Machu Picchu, no Peru, está liberada após quase um mês de interdição. O tráfego estava proibido na via Hiram Bingham por conta de um deslizamento causado pelas fortes chuvas na área.

De acordo com o Ministério de Comércio Exterior e Turismo do Peru, o acesso foi totalmente liberado desde a última quinta-feira (13). Já as trilhas que levam à Cidade Sagrada dos Incas estão fechadas até o fim de fevereiro para limpeza, manutenção dos sistemas de drenagem e conservação, como acontece desde 2002. Com a entrada principal aberta, o bloqueio das trilhas não impede a visitação de Machu Picchu.

Fonte: Panrotas

Economizar na viagem é possível

Por: Rosemeire Faria

Como economizar para se viajar? Perguntas do tipo “onde, quando, com quem, por quanto tempo, quanto” indicam o caminho das férias.

Hoje em dia as facilidades em se viajar são muitas. Pelo governo temos o viaje melhor idade; também podemos usar cartões de crédito para parcelamento e obtenção de milhagem nas companhias aéreas;  são inúmeras as opções de hospedagem nos mais variados preços ,estilos e conforto. Os custos no orçamento diminuem quando optamos por viajar na baixa temporada e automaticamente as vantagens aumentam pela pouca procura.

Navegue em sites promocionais, negocie tudo com muita cautela e antecedência. Tente descobrir o preço de tudo, incluindo alimentação. Entre em contato com quem já foi para o destino que você escolheu, pois descobrirá informações que podem valer ouro. Junte amigos e negocie a viagem com grupos fechados para garantir descontos especiais. Se possível, viaje na baixa estação.

Através do planejamento antecipado suas férias podem se transformar em uma viagem dos sonhos.

Cachoeiras tornam destinos turísticos mais atraentes

Cachoreira da Fumaça - Carrancas/MG

Em abundância pelo Brasil, cachoeiras podem ser encontradas em diversos roteiros de de natureza. O segmento é o que mais cresce no mundo, de acordo com a Organização Mundial do Turismo.

As cachoeiras possuem um forte apelo para os turistas, como revela um estudo da Associação Brasileira de Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura, encomendado pelo Ministério do Turismo. Estima-se que 46% dos turistas brasileiros valorizem cachoeiras, rios e mares como as principais riquezas do país.

A constatação é uma excelente notícia para o turismo brasileiro. O país tem algumas das maiores e mais belas cachoeiras do mundo. Entre elas, as cataratas de Foz do Iguaçu (PR), terceiro destino mais visitado por turistas estrangeiros, além de Salto Yacumã (RS), a maior cachoeira em extensão do planeta (1.800 metros). Destacam-se ainda as cachoeiras de Parques Nacionais, como as Chapadas dos Veadeiros (GO), dos Guimarães (MT) e Diamantina (BA).

O turismo de natureza, ou ecoturismo, é o que mais cresce no mundo (entre 15% e 25% ao ano), de acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), à frente dos destinos de sol e praia e de negócios. Uma parcela considerável dos estrangeiros (21%) vêm ao Brasil motivados pelo contato com as belezas naturais do país, conforme mostra com o último estudo de Demanda Turística Internacional, do Ministério do Turismo.

Esse movimento também pode ser notado fora do país. As viagens de aventura, ecoturismo e natureza representam 26,26% de todas as viagens turísticas internacionais no mundo, de acordo com dados de uma associação americana que monitora o setor, a World Travel Trade Association.

As cachoeiras, no entanto, podem oferecer riscos – e os turistas devem estar atentos a medidas de segurança. O programa Viaje Legal, um guia de informações e dicas ao viajante brasileiro, do MTur, recomenda que a prática de turismo de aventura seja orientada por condutores e empresas especializadas no segmento.

“As cachoeiras podem ser ótimas fontes de lazer, mas oferecem riscos aos banhista ou praticantes de esportes de aventura”, afirma o secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz. Agências e profissionais contratados para atividades de ecoturismo ou aventura devem estar inscritos no Cadastur, um registro do Ministério do Turismo para empresas e profissionais que atuam na área.

Hoje o Brasil lidera um processo inédito de certificação em turismo de aventura. O país já possui 17 normas técnicas validadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), que podem ser acessadas gratuitamente a partir de um cadastro no site.

As empresas certificadas conforme as normas contribuem para o aumento dos níveis de segurança para o turista, previnem acidentes e estimulam a prática segura e responsável das atividades, promovendo a expansão do segmento no Brasil.