Brasil e Moçambique juntos pelo Turismo

Embratur vai compartilhar sua experiência em promoção e divulgação no mercado externo com o país africano.

Moçambique quer compartilhar a experiência brasileira em promoção internacional para incrementar o turismo no país. Para iniciar uma parceria entre o governo moçambicano e o brasileiro, o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vicente Neto, recebeu nesta terça-feira o conselheiro econômico para assuntos de turismo e cultura da embaixada moçambicana, Romualdo Lodino do Carmo Johnam. A chefe de gabinete da Embratur, Kátia Bitencourt, também participou da audiência.

O país africano tem algumas semelhanças com o Brasil: praias belíssimas de água cristalina e areia

branca, parques e reservas florestais, ideais para atrair turistas do mundo todo. “Queremos a experiência da Embratur  para nos ajudar a  desenvolver o turismo em Moçambique. A Embratur pode também nos aproximar de entidades e grupos dispostos a investir no turismo moçambicano”, declarou Romualdo Lodino.

O presidente da Embratur reforçou o interesse do Governo Federal em aproximar-se cada vez mais do continente africano. “Ampliamos nossa política externa voltando os olhos para a África e a América Latina. Vamos cooperar com o governo moçambicano com toda a experiência adquirida ao longo dos anos”, garantiu Vicente Neto.

Técnicos da Embratur farão uma palestra para os funcionários da Embaixada para explicar como o Brasil promove e divulga os produtos e destinos turísticos nos mercados internacionais. Vicente Neto também sugeriu uma aproximação com o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), criado pelo Governo Federal em 2011. “O Pronatec é um excelente programa de qualificação profissional que atende milhares de pessoas em todo o Brasil, capacitando os jovens para diversas áreas do mercado de trabalho, inclusive no setor de turismo. Conhecer de perto o programa pode auxiliar o governo moçambicano na formação dos trabalhadores moçambicanos”,  concluiu.

Fonte: Embratur

Valle Nevado espera 200 mil brasileiros nesta temporada

Foto: Divulgação / Valle Nevado

O Valle Nevado Ski Resort apresentou as novidades para a temporada 2014 em um almoço realizado em São Paulo. Entre elas está a abertura de um novo restaurante e de mais dois edifícios residenciais dentro do complexo, além da ampliação do Snowpark, que foi duplicado e ganhou novas zonas de salto, e da pista La Diablada, que foi aumentada em 30%.

Com as novidades, a expectativa é que o número de brasileiros no destino chileno cresça ainda mais em 2014. “Na temporada passada recebemos 182 mil turistas do Brasil, 150% a mais do que em 2012. Para este ano, a expectativa é superar os 200 mil visitantes vindos do Brasil, nosso maior mercado emissor”, afirmou o diretor comercial e de Desenvolvimento de Valle Nevado, Ricardo Almeida. A temporada de 2014 vai de 27 de junho a 26 de setembro.

Ainda de acordo com Almeida, estas novidades visam melhorar a experiência de quem visita o Valle Nevado, tanto esquiadores experientes como principiantes. “Resolvemos focar nas famílias brasileiras e por isso investimos também na Escola de Neve, que dá atenção especial para adultos e crianças”, acrescentou.

Aberturas
Para a temporada 2014, o Valle Nevado inaugurou mais dois empreendimentos residenciais. Com isso, o complexo passa a oferecer 500 unidades com este estilo. “Notamos que nas estações de esqui norte-americanas este modelo de empreendimento é o mais procurado pelos visitantes e decidimos apostar aqui também”, disse Almeida.

O executivo ainda ressaltou que o hóspede das unidades residenciais podem desfrutar de toda a experiência de serviços que tem o hóspede do resort. “Temos novas aberturas previstas para 2015 e este projeto se enquadra na nossa política de atrair mais famílias para o resort”, completou.

Além das novas unidades, o complexo hoteleiro tem também um novo restaurante: o La Leñera, localizado no acesso às pistas de esqui e com vista para elas por meio de terraços em estilo lounge. O empreendimento possui conceito bistrô e aposta em um menu que mescla as culinárias americana e chilena.

Fonte: Panrotas

Etihad terá apartamento, studio e residência a bordo

ABU DHABI – O presidente e CEO da Etihad Airways, James Hogan, lançou na manha deste domingo, 4 de maio, em Abu Dhabi, as novas classes que a empresa de Abu Dhabi implantará a partir de dezembro deste ano, nos A-380 e B-787. As novas aeronaves, que começam a chegar no final do ano, já virão com o novo desenho do projeto Flying Reimagined, que levou cinco anos, entre pesquisas, análise de custos e negociações com autoridades e fabricantes. Já as aeronaves já existentes passarão por um retrofit nos próximos anos, para se adaptarem aos novos padrões, inspirados na hotelaria de luxo, no design arrojado de Abu Dhabi e na segmentação do cliente. Algumas classes, porém, são exclusivas do A-380 e do B-787.

A Etihad receberá, nos próximos anos, dez A-380 com 498 lugares (há opção para mais cinco), em quatro classes, e 71 787 (41 787-9 e 30 787-10), com duas ou três classes. Também há pedidos de A-350 e dos novos Boeing 777. A frota atual de 96 aeronaves ganhará 15 aeronaves este ano. Segundo Hogan, a companhia já recebeu 40% dos 200 aviões pedidos em 2008, no famoso contrato de US$ 43 bilhões. No ano passado, em Dubai, houve nova negociação.

Os nomes das novas classes já dizem que a empresa, nas palavras de seu líder, foi um passo além do que existe hoje no mercado:

The Residence by Etihad, exclusiva do A-380 e com três ambientes: sala, banheiro e quarto com cama de casal. Pode acomodar até duas pessoas, algo inédito na aviação.

First Apartment, também exclusiva do A-380. Os nove apartamentos estarão divididos por um corredor único, como em um hotel, e terão poltrona e cama. O espaço é 74% maior que a atual primeira classe.

First Suites, nova configuração da primeira classe no 787. Como as cabines foram projetadas em blocos circulares, os corredores ficaram em curva, algo inédito na aviação.

Business Studio, a nova classe executiva, com 20% mais espaço que a atual. São 70 lugares no A-380 e 37 no B-787.

No A-380, a The Residence (duas pessoas), a First Apartment (nove cabines individuais, seis delas conctantes) e a Business Studio (70 lugares) ocupam o upper-deck. As três classes podem utilizar o The Lobby, espaço com TV, bebidas, jogos e seis assentos para quem quer variar o ambiente durante o voo. A primeira classe também conta com chuveiro e sala para troca de roupa.

Na parte de baixo do A-380, os 417 lugares da classe econômica, que ganhou novo assento: o Economy Smart Seat, com encosto para a cabeça fixo (como se fosse o assento da janela), ajuste lombar, conectividade (tomadas e wi-fi estarão disponíveis), cores vibrantes e lounge para snacks e bebidas. O novo assento também estará no 787.

Primeiros mercados
O A-380 da Etihad fará sua estreia na rota Londres-Abu Dhabi, em dezembro. Segundo Peter Baumgarter, chief commercial officer da empresa, o preço de uma perna Londres-Abu Dhabi será de US$ 25 mil na The Residence, e a primeira classe terá preços semelhantes aos atuais.

Depois de Londres, o A-380 da Etihad chegará a Nova York, Paris, Melbourne e Sydney. Já o 787 será operado para Washington, Dusseldof, Mumbai e mais 40 destinos à medida em que forem sendo entregues as aeronaves.

“Estamos apostando em segmentação e levamos em conta desde o peso dos novos produtos até os custos. A classe The Residence traz o conforto de um jato privado ou de um iate e nossas pesquisas indicam que há mercado para isso. Nós ganhamos dinheiro com a primeira classe. Pode ser que empresas europeias não ganhem, mas estamos apostando nessas novas classes pois sabemos que nos trará retorno”, disse James Hogan, no encontro com mais de 100 jornalistas de todo o mundo (do Brasil, a PANROTAS e a revista Wish cobrem com exclusividade).

“Inovação requer investimento contínuo e vamos oferecer algo único ao mercado. Criamos um Centro de Inovação para continuarmos a nos desafiar. Esse é o primeiro resultado”, explicou Hogan, que não revelou os investimentos feitos nos novos produtos. “A companhia deu lucro no ano passado e esperamos o mesmo para 2014. Os novos produtos estão alinhados com nossa meta de rentabilidade”, finalizou.

Outras novidades do A-380 e do B-787 da Etihad incluem:

– área de reza com privacidade, para os muçulmanos, incluindo um sinalizador da direção exata de Meca.
– entrada das aeronaves lembrando o lobby de um hotel –butique, com os equipamentos de serviço “escondidos”por persianas decoradas com elementos da cultura árabe.
– iluminação e decoração que lembram os hotéis-butique.
– mordomo treinado pela Savoy Academy na suíte The Residence.
– a The Residence só poderá ser fruto de upgrade se o cliente quiser pagar com milhas. Nem funcionários, nem convidados, nem clientes Vips terão upgrade para a The Residence.

Fonte: Panrotas

Senac RJ cria programa de Hospitalidade para melhorar o atendimento no Rio

Com o objetivo de melhorar a qualidade do atendimento dos serviços no estado do Rio, o Senac RJ lançou o Programa Senac de Hospitalidade. A iniciativa começou no concurso Comida di Buteco, que acontece até 11 de maio no Rio de Janeiro. O primeiro passo do programa foi sensibilizar proprietários e capacitar funcionários dos estabelecimentos participantes. Ao todo, 115 garçons e atendentes e 31 bares participaram do programa. O segundo passo será a premiação do melhor boteco no quesito atendimento. Após o concurso, o Senac RJ vai oferecer às equipes dos 31 estabelecimentos participantes mais 40 horas de capacitação com foco em Hospitalidade e vai medir a evolução do atendimento.

O resultado do programa já pode ser conferido nos bares do Comida di Buteco, mas o trabalho vai ter continuidade.  Depois da experiência adquirida no concurso, o Programa vai ser expandido para outras áreas. A gerente de cursos de Gastronomia, Turismo e Hotelaria do Senac RJ, Patricia Bailey, explica que o objetivo do programa vai além da capacitação: “A ideia é fazer com que todos que trabalham com atendimento se reconheçam como agentes de Hospitalidade capazes de proporcionar uma experiência memorável para os clientes”.

Para ter mais informações sobre o concurso, acesse: www.comidadibuteco.com.br

Para ter mais informações sobre o Senac RJ, acesse: www.rj.senac.br

Vicente Neto assume a presidência da Embratur

O novo presidente é turismólogo e desde o ano passado exercia a função de assessor especial no Instituto.

O turismólogo Vicente Neto assumiu a Presidência da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). A nomeação do novo presidente foi publicada na quarta-feira (30) no Diário Oficial da União (DOU).

Vicente Neto, 48 anos, também é graduando em Direito e pós-graduado em Administração. Servidor de carreira da Universidade Federal da Bahia desde 1985, começou a exercer a função de assessor especial da Presidência do Instituto em 2013.

Nascido na Bahia, Neto já foi Secretário Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social do Ministério do Esporte, após ocupar o cargo de chefe de Gabinete do mesmo ministério. Em seu estado, foi secretário de Cultura, Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas e secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Econômico e São Sebastião do Passé.

Entre os anos de 1989 e 2004 foi dirigente da Central Única dos Trabalhadores na Bahia, coordenador de Formação do Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação Superior da Bahia, coordenador Geral do Sindicato dos Servidores da Universidade Federal da Bahia, e Coordenador Geral da Federação Nacional dos Servidores das Universidades Brasileiras.

Fonte: Embratur

EBTS como ferramenta de inteligência comercial do Brasil

Ministro do Turismo ressalta importância dos Escritórios Brasileiros de Turismo no exterior para posicionar o País no mercado turístico mundial.

Durante a WTM Latin America, realizada em São Paulo (SP), o ministro do Turismo, Vinícius Lages, acompanhado pelo presidente em exercício da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vicente Neto, realizou um encontro com parte dos consultores dos EBTs (Escritórios Brasileiros de Turismo). “Certamente a inteligência comercial e o trabalho real de relacionamento com a cadeia produtiva do turismo nos países faz com que esse projeto desenvolvido pela Embratur permita para que o Brasil alcance o novo posicionamento no mercado de viagens”, ressaltou o ministro.

Já o presidente em exercício da Embratur classificou os consultores como radares de oportunidade, que permitirão que o Ministério do Turismo e Embratur atuem de forma coordenada, desenvolvendo iniciativas que tragam resultados consistentes. “Identificar o que os mercados demandam e conhecer as estratégias dos concorrentes é fundamental para nortear as nossas ações”, disse Neto.

Além dos consultores dos EBTs na Alemanha, França, Reino Unido, Espanha, Portugal, Holanda, Itália e América do Norte, o encontro contou com a participação da diretora de Mercados Internacionais da Embratur, Leila Holsbach e representantes das empresas contratadas para a instalação dos 13 escritórios, que são reconhecidos como unidades avançadas de promoção turística do Brasil em países considerados estratégicos.

Fonte: Embratur

Ministro do Turismo participará do Conatour

O ministro do Turismo, Vinícius Lages, e o presidente da Embratur, Vicente Neto, confirmaram presença no Conatour – Congresso Nacional de Turismo, integralmente on-line e gratuito, que tem início na próxima segunda-feira (28). O secretário de Turismo do Pará, Adenauer Goes, também contribuirá em uma conferência com o tema “Turismo sob a ótica das secretarias estaduais”.

Além dos lideres governamentais, o evento está coroado com outros nomes dos segmentos empresariais: Anita Pires, presidente da Abeoc (Associação Brasileira de Empresas de Eventos) e Enrico Fermi Torquato, presidente da ABIH Nacional (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis).

O CEO da Gestour Brasil e organizador do Conatour, Vadis da Silva, ressalta a importância do caráter virtual do evento: “O Conatour está democratizando e universalizando o acesso ao debate dos temas principais do turismo no brasileiro. Viabilizando de forma gratuita e pela internet, nós queremos empoderar todos os players dos segmentos cadeia econômica do turismo”, afirma Vadis.

Os interessados poderão ter acesso ao conteúdo ao vivo via computadores, tablets e smartphones, facilitando ainda mais a participação dos congressistas, que poderão acessar gratuitamente, em tempo real e de qualquer lugar, o conteúdo em questão. Site: www.conatour.com.br.

Fonte: Panrotas

Trens Turísticos são tema de seminário em São Paulo

O assessor especial do MTur, Gonzalez Aves, apresentará palestra sobre a importância do segmento no país, em Jaguariúna.

O Ministério do Turismo (MTur) participa nos dias 25 e 26 de abril, em Jaguariúna (SP), do Seminário Nacional “Trens Turísticos do Brasil”. O assessor especial, Gonzalez Aves, apresentará uma palestra sobre a importância do segmento no país, nesta sexta-feira (25), às 10 horas, no Teatro Municipal Dona Zenaide, no Centro.

O Ministério do Turismo já investiu, desde 2004, cerca de R$ 20 milhões na implantação de trens turísticos e na recuperação de estações e trechos ferroviários, um segmento que ajuda a preservar o patrimônio histórico ferroviário e movimenta o turismo brasileiro. Dos 54 contratos de obras de infraestrutura, 29 já foram concluídas e o restante está em andamento.

O evento contará com a presença de profissionais especializados em turismo e em transporte sobre trilhos. A Secretaria Municipal de Turismo de Jaguariúna irá divulgar e promover as nove cidades do Circuito das Águas Paulista para que os participantes tenham a oportunidade de visitar e conhecer a região.

“Além de atrações turísticas, os trens fazem integração de culturas e movimenta a economia, gerando empregos”, disse o Gonzalez Aves.

O Brasil tem hoje 18 ferrovias regionais que somam 22 mil quilômetros em 19 estados. O uso da malha ferroviária ajuda a gerar emprego e renda, promove a integração regional e diminui a ociosidade de trechos ferroviários. Segundo o inventário da Rede Ferroviária Federal, são 115 locomotivas e 222 carros transportando passageiros pelo país.

São 33 trens turísticos em operação, todos na região Sul e Sudeste do país. Para o secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz, o uso de trens para o turismo “abre portas para novos investimentos e permite a criação e o fortalecimento de novos destinos e centros históricos”, afirma.

Mesmo desativadas, algumas estações ferroviárias atraem turistas e funcionam como polos culturais. A estação ferroviária de Joinville, em Santa Catarina, é hoje patrimônio histórico do estado e ponto turístico da cidade. Ela recebeu R$ 220 mil do MTur para reforma e está aberta para visitações, com entrada gratuita.

O mesmo aconteceu com a estação ferroviária da cidade de Rio das Flores (RJ) e com a antiga estação ferroviária de Passo Fundo (RS), ambas recuperadas com o apoio do MTur. O parque da Gare, onde fica a estação de Passo Fundo, é um ponto turístico usado para a prática esportiva, exposições culturais e artísticas.

Fonte: Ministério do Turismo

Turismo e Esporte juntos pela promoção internacional do Brasil

Depois da parceria da Embratur e Ministério do Esporte durante as edições do Goal to Brasil, os dois órgãos pretendem dar continuidade às ações em prol do desenvolvimento do turismo internacional.

Na manhã ontem (24), o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) em exercício, Vicente Neto, recebeu o assessor especial do Ministério do Esporte, Ricardo Gomyde, para tratar de novas parcerias entre os dois órgãos para futuras ações de promoção do Brasil no exterior, principalmente para o período posterior à Copa de 2014. “Queremos essa aproximação e novas parcerias com o Esporte. É muito importante associarmos os dois temas neste momento, uma vez que os grandes eventos esportivos têm garantido uma megaexposição do Brasil no exterior”, disse Neto.

Neto lembrou ainda que estreitar  o relacionamento com o Ministério do Esporte trará benefícios para os próximos anos, pois além da Copa e das Olimpíadas, o Brasil receberá a Universíades que envolverá cerca de 10 mil atletas universitários de todo o mundo, em 2019, em Brasília.

“Queremos construir uma agenda Turismo/Esporte pós-copa. Nossa parceria no Goal to Brasil, evento realizado pela Embratur, foi um sucesso e esse encontro de hoje é justamente para iniciarmos as tratativas de ações futuras do Esporte como plataforma de promoção do Brasil no exterior junto ao Instituto”, explicou Gomyde.

“De forma conjunta vamos aproximar a temática do esporte como indutor da questão do turismo”, finaliza o presidente em exercício.

Fonte: Embratur

EMBRATUR leva compradores a 10 países para WTM

Programa de Hosted Buyers em parceria com Braztoa viabiliza a vinda de 22 profissionais de turismo estrangeiros em busca de oportunidades de negócios no Brasil.

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), em parceria com a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo promovem este ano um programa de Hosted Buyers (compradores internacionais convidados) na WTM Latin America, que vai até sexta-feira (25), em São Paulo, simultaneamente à 41ª edição do Encontro Comercial Braztoa. “Desembarcaram hoje no Brasil 22 profissionais vindos de 10 países para realizar negócios com empresários brasileiros. Além de uma agenda de negociações, o objetivo da Embratur é proporcionar um relacionamento duradouro entre os mercados”, explica o presidente em exercício da Embratur, Vicente Neto, que participará da abertura oficial da feira.

O Programa da Embratur agrega profissionais ao programa de Compradores Convidados da própria WTM Latin America 2014, que contará com até 150 profissionais representantes dos segmentos de Turismo de Lazer e MICE (Meetings, Incentives, Congresses e Exhibitions). Eles participarão de um extenso quadro de atividades e reuniões durante os três dias de evento, criando assim novas oportunidades de negócios.

Os consultores dos (EBTs) Escritórios Brasileiros de Turismo na Alemanha, França, Reino Unido, Espanha, Portugal, Holanda, Itália e América do Norte também participam do evento. “A agenda dos profissionais consistirá em reuniões com os estados visando a ampliação de conhecimento sobre novos produtos, bem como o relacionamento com operadores de turismo estrangeiros que estarão no evento”, explica o presidente em exercício.

Sobre o evento, Vicente Neto ressaltou que a segunda edição da WTM Latin America acontece em um importante momento para o Brasil, exatamente quando os olhos do planeta estão voltados para o País em razão da Copa do Mundo 2014 e reforça a vocação como destino realizador de grandes eventos. “Temos certeza que a realização da feira é uma oportunidade para convidar o profissional estrangeiro a se sentir como se tivesse em sua própria casa e conhecer a hospitalidade e a alegria do povo brasileiro”, ressaltou Neto.

Fonte: Embratur