Curso de Produção de Eventos Sustentáveis em São Paulo

Será realizado em São Paulo o Curso de produção de eventos sustentáveis. O curso existe há 12 anos com quase três mil participantes de todos os segmentos profissionais tais como:produtores de eventos, turismólogos, secretárias, relações públicas, publicitários, advogados, médicos, dentistas, administradores, servidores públicos, donas de casa, aposentados, fotógrafos e prestadores e fornecedores da área de eventos.

A ênfase é o planejamento para todos os tipos de eventos.

Quando: 30 de agosto de 2014 das 9 às 18 horas.
Onde: Espaço Paulista de Eventos (Av. Paulista 807/ 17⁰ andar Conjunto 1718 Cerqueira César. São Paulo/SP Próximo a Estação Brigadeiro do Metrô).
Valor do investimento: R$ 420,00 ou R$ 320,00 se CURTIR a página no Facebook, falilitado em até 3 vezes sem juros.

PROMOÇÃO
Desconto de cem reais para quem curtir a página do curso no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Curso-de-Eventos-Eliana-de-Morais/137686386326440

VAGAS LIMITADAS
Mais informações:
Eliana de Morais: (71) 9925-8643 (Vivo) 88614207 (Oi)
Jovilson Carvalho: (11) 2056-4291 / 98639-6232 (Tim) / 99491-2162 (Claro)

email: cursodeeventos@uol.com.br
www.cursodeeventos.com.br

Jornalistas estrangeiros aprovaram turismo do Brasil

Mais de 98% dos entrevistados elogiou os serviços turísticos do país e mais de 96% dos profissionais afirmaram recomendar uma viagem aos destinos brasileiros.

Pesquisa realizada com jornalistas estrangeiros que participaram da Copa do Mundo revela que profissionais da mídia avaliaram positivamente o Brasil com destino turístico. Mais de 98% dos entrevistados aprovaram os atrativos turísticos. Os dados fazem parte do levantamento do Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). “Os itens relacionados à infraestrutura do País e aos serviços tiveram aprovação superior a 80%, o que comprova a capacidade do Brasil para receber grandes eventos”, comentou Vicente Neto.

Para o presidente, outro dado importante revelado pela pesquisa é que 60% dos estrangeiros disseram que a imagem do país melhorou com o evento. “96,5% dos profissionais de imprensa afirmaram que recomendariam uma viagem aos destinos brasileiros. Além de grande exposição nos 30 dias de evento, o País continuará sendo pauta positiva de reportagens de todo o mundo”, destacou o presidente. Os jornalistas consideraram bom e ótimo também o transporte privado (91,2%) e as informações prestadas aos turistas (90,4%). Entre os profissionais de imprensa, 96,2% consideraram ótimas as opções de diversão noturna e 93,2% a facilidade de obtenção do visto de entrada no país.

A infraestrutura também foi bem avaliada pelos estrangeiros. Os aeroportos foram considerados bons ou muito bons pela maioria (88%), da mesma forma, a segurança pública (81,8% de aprovação). As rodovias foram bem avaliadas por 81,6% dos entrevistados e a limpeza pública por 80,4%.

Centros Abertos de Mídia

Em uma iniciativa inédita na história das Copas do Mundo, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) adotou uma estratégia de comunicação integrada para enfrentar o desafio de levar informações sobre o Brasil e apoiar a imprensa global que veio ao País para a cobertura do Mundial. Durante o torneio, mais de 10 mil jornalistas de 84 países foram atendidos nos Centros de Abertos de Mídia instalados nas 12 cidades-sede. Num levantamento preliminar, a Secom identificou mais de 60 mil matérias sobre o Brasil veiculadas em todo o mundo.

A ação foi idealizada com o objetivo de aproveitar a visibilidade que a Copa trouxe ao Brasil. “As matérias publicadas tanto no Brasil como no exterior mostraram um País com diversidade natural e cultural, que tem um povo ímpar, receptivo e dedicado”, comentou Vicente Neto.

Programa de Relações Públicas

O presidente da Embratur também destacou o Programa de Relações Públicas do Instituto, que tem como objetivo explorar as potencialidades de exposição dos destinos turísticos brasileiros na imprensa internacional, além de monitorar diariamente o que é publicado sobre o Brasil. “Estamos presentes em dez países-chave: Alemanha, Argentina, Chile, Peru, Espanha, Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália e Portugal, e durante a Copa, expandimos nosso monitoramento para outros países da América do Sul”, finalizou.

Fonte: Embratur

Projeto Brasil Central Tur incrementa turismo na Região Centro-Oeste

Embratur e secretários de Turismo discutem como intensificar a promoção da região no mercado internacional.

Representantes da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e das secretarias de Estado de Turismo de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal discutiram ações para o relançamento do projeto Brasil Central Tur no Exterior. A reunião foi promovida pela Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) com o objetivo de incrementar o turismo na região.

Durante o encontro, foi discutida a repercussão positiva no mercado internacional sobre a Copa do Mundo. Os secretários estaduais querem aproveitar a visibilidade que a região teve, já que Cuiabá foi uma das sedes do Mundial, para continuar a promoção e divulgação do Centro-Oeste como destino turístico.

“Temos que aproveitar a excelente imagem que o Brasil passou para todo o planeta, com a organização da Copa2014, e intensificarmos a exposição de todas as regiões do País. Foi justamente esse o objetivo do Governo Brasileiro quando decidiu realizar a Copa em 12 cidades-sede”, comentou Marco Lomanto, diretor de Produtos e Destinos da Embratur.

“Nesse encontro nós fundamentamos o potencial turístico da nossa região e a necessidade desenvolvê-lo ainda mais, aproveitando o boom da Copa do Mundo e o grande projeto Brasil Central Tur, que é uma ferramenta que irá atrair mais turistas, dará mais visibilidade às nossas cidades e movimentará a economia local”, declarou o superintendente da Sudeco, Cleber Ávila.

Todos os representantes das Secretarias de Turismo de MT, MS, GO e DF presentes no encontro aprovaram a iniciativa. A proposta é relançar, no mês de outubro, uma nova plataforma no site oficial do programa, nas redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, Google +, Pinterest, Flickr) e no aplicativo para Iphone, Ipad e Android.

“Com o intuito de potencializar o nicho internacional, a ideia é divulgá-lo na Feira de Salão Internacional Top Resa, que ocorrerá em Paris, entre 23 e 26 de setembro onde inclusive , será  realizado  um work shop,  denominado “Brasil Central Sensacional” , com todos os estados da região Centro-Oeste e o DF , utilizando a nossa capital da Republica como ‘hub’ aéreo internacional   , bem como na FIT – Feira Internacional de Turismo da América Latina, que acontecerá entre 25 e 28 de outubro em Buenos Aires, na Argentina”, detalhou Lomanto.

O projeto

Criado em 2012, o Brasil Central Tur tem o objetivo de divulgar as atrações do Centro-Oeste em plataformas digitais e fomentar o turismo e a economia da região. Oferecerá sugestões de roteiros, gastronomia, passeios ecológicos, dicas de viagem e apresentará pontos turísticos da região ainda pouco explorados. Todo o material produzido será trilíngue (português, espanhol e inglês). Terá peças planejadas para as redes sociais e para o aplicativo de telefones.

A atuação nas redes sociais será a ponte entre o turista e os roteiros de viagem com o objetivo de tirar dúvidas e fornecer novidades sobre cada local. Conteúdos dinâmicos e descontraídos vão facilitar o engajamento dos usuários. A interatividade fará com que as páginas e perfis funcionem como troca de experiências.

O objetivo institucional para a Embratur e o Ministério do Turismo  na parceria com a Sudeco, desta relevante iniciativa de promoção integrada da região Centro Oeste,  será o reforço do produto turístico “Brasil Central” , dentro do conceito da política de regionalização do Turismo, implementada pelo Ministério do Turismo.

Fonte: Embratur

“Cozinha sem fronteiras” tem sabores brasileiros

Embratur e Embaixada do Brasil em Buenos Aires apoiam evento de gastronomia. O renomado chef de cozinha Alex Atala é o convidado.

Aconteceu dia 24, na Argentina, a 15ª edição do “Cozinha sem Fronteiras”, projeto realizado anualmente pelo restaurante “Baqueano”, em Buenos Aires, e que terá como convidado o celebrado chef de cozinha brasileiro Alex Atala, proprietário de um dos mais conceituados restaurantes da América Latina , DOM, que fica em São Paulo. A ação tem apoio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), por meio da Embaixada do Brasil no país.

“A participação de Alex Atala, chef de cozinha brasileiro, considerado uma referência mundial na área gastronômica, em eventos internacionais, é uma legítima forma de divulgar nossa cultura, nossa culinária, nossos produtos, temperos e sabores”, explica Alexandre Nakagawa, coordenador-geral do Mercado Americano.

O intuito do projeto é buscar a pluralização da gastronomia e divulgação de produtos indígenas e regionais.  Essa é a segunda participação de Atala no “Cozinha sem Fronteiras” que receberá cerca de 120 pessoas.  A Embaixada e a Embratur deram apoio logístico ao evento. Também foi realizada na Embaixada, uma coletiva de imprensa, que aconteceu ontem (23), para 100 pessoas. Kits de imprensa foram distribuídos com material promocional do Brasil.

“Estamos dando apoio à Embaixada brasileira para a realização do projeto Cozinha sem Fronteiras, pois trata-se de um evento que tem o objetivo de promover o intercâmbio cultural-gastronômico entre chefs de outros países e os produtos regionais”, ressaltou Nakagawa.

A Argentina é maior emissor de turistas ao Brasil. Em 2012, o Brasil recebeu mais de 1,6 milhão de turistas argentinos. Neste ano, durante a Copa do Mundo de Futebol, 166.772, torcedores do país vizinho vieram prestigiar o torneio, segundo o Ministério do Turismo.

Fonte: Embratur

Turismo: inscrições abertas para qualificação no exterior

Estudantes de Turismo ou Hospitalidade podem concorrer a 110 bolsas de estudo no Reino Unido e na Espanha. Além do curso, alunos receberão ajuda de custo, alimentação, passagem aérea, moradia e seguro-saúde.

Os estudantes brasileiros que desejam se qualificar profissionalmente fora do país terão o apoio do Ministério do Turismo. Com o objetivo de contribuir com a boa formação de profissionais bilíngues, o MTur oferece 110 bolsas de estudo para alunos matriculados em cursos de bacharelado, licenciatura ou tecnólogo em Turismo e/ou Hospitalidade.

Os cursos de qualificação profissional serão oferecidos por instituições de ensino da Espanha e Inglaterra. O bolsista receberá ajuda de custo de 300 euros para a Espanha e 400 libras para o Reino Unido, auxílio-deslocamento, alimentação, alojamento e seguro-saúde. Para concorrer a uma das 60 bolsas de estudo para a Espanha ou 50 para o Reino Unido, o estudante deve se inscrever em apenas um dos processos seletivos.

As inscrições podem ser feitas até 31 de julho, pelo site da Capes. Além de estar matriculado em um curso na área, o interessado também precisa ter obtido nota no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) igual ou superior a 600 pontos, em exames realizados entre 2009 e 2013, e comprovar a proficiência em inglês ou espanhol.

Com duração aproximada de três meses, os cursos incluem disciplinas ligadas ao setor turístico, com destaque para liderança, inovação, gestão da qualidade, marketing, hotelaria, eventos, gastronomia e idiomas. Também serão desenvolvidas atividades práticas em empresas do ramo, que darão aos bolsistas uma oportunidade de enriquecer sua experiência internacional. O projeto conta com o apoio operacional da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

“A escolha do Reino Unido e da Espanha como parceiros neste projeto se deve ao fato de que ambos são países com intenso fluxo turístico, reconhecidos como importantes receptores. Além disso, têm reconhecimento pela qualidade de suas instituições de ensino superior”, destaca o ministro do Turismo, Vinicius Lages.

Os estudantes interessados em participar do processo seletivo para as bolsas podem consultar os editais nº 01/2014 (Espanha) e nº 02/2014 (Reino Unido), publicados no último dia 14 de julho no Diário Oficial da União. Mais informações devem ser obtidas por e-mail (bolsa@turismo.gov.br) e pelo telefone (61) 2023-8293.

O projeto pioneiro de qualificação profissional aconteceu em Portugal, em 2013, com 50 estudantes brasileiros bolsistas, com aulas práticas e teóricas sobre diversos aspectos do turismo, além de curso de aperfeiçoamento em língua inglesa.

Fonte: Ministério do Turismo

Congresso Mineiro de Ortopedia em Tiradentes/MG, debate fraturas nos idosos

O Brasil possui hoje cerca de 14,9 milhões de pessoas idosas, o equivalente a 7,4% do total da população. De acordo com estudos demográficos do IBGE, o número de idosos no país deve atingir a marca de 58,4 milhões em 2060. Neste período, a expectativa de vida também deve aumentar dos atuais 75 anos para 81 anos. Atentos a este cenário e aos dados do Ministério da Saúde, que mostram um aumento de quase 30% de fraturas de fragilidade em idosos – foram 67.664 em 2008 e 85.939 em 2013 – ortopedistas de todo o país reúnem-se de 14 a 16 de agosto, no 19º Congresso Mineiro de Ortopedia e Traumatologia, na histórica cidade de Tiradentes, para debater entre outros temas, a Atualização no Tratamento da Osteoartrose; Inovações na Abordagem das Infecções Osteoarticulares e Avanços Recentes no Trauma Ortopédico.  A promoção do evento é da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia/Regional Minas Gerais.

As fraturas nos idosos apresentam características próprias, pois com o passar dos anos, os ossos vão perdendo os seus minerais (cálcio e fósforo), bem como a sua elasticidade. Elas podem ocorrer por insuficiência óssea, quando o osso perde a resistência e não consegue suportar as cargas aplicadas, caso típico das fraturas de vértebras como consequência da osteoporose, quando o paciente perde altura e apresenta o dorso curvado para frente, ou por perda de elasticidade óssea, que é o caso do paciente que quebra o fêmur antes de cair. A queda nesse caso é consequencia da fratura e não causa.

Entre os idosos, as fraturas mais comuns são as de coluna vertebral, colo do fêmur, punho (rádio) e ombro (úmero), devido a fragilidade dos ossos, quedas por perda de equilíbrio, redução de acuidade visual e dos reflexos. Observa-se que até os 70 anos, as mulheres são mais susceptíveis às fraturas por insuficiência óssea em função de maior incidência de osteoporose, causada pela perda hormonal durante a menopausa, mas a partir dos 70 anos, a incidência em homens e mulheres se iguala.

Durante o 19º Congresso Mineiro de Ortopedia e Traumatologia, profissionais renomados do Brasil e do Exterior discutirão os avanços no tratamento das fraturas do idoso. Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Regional de Minas Gerais (SBOT-MG) e do 19º Congresso, Ildeu Almeida, estes debates englobam técnicas específicas para a fixação do osso fragilizado pela osteoporose, bem como novos implantes. Ele lembra que as fraturas nos idosos são responsáveis pelo aparecimento de complicações que trazem grande impacto a qualidade de vida do paciente, podendo ser determinante na evolução para o óbito, principalmente nos primeiros dois anos após o trauma.

Por outro lado,Ildeu Almeida destaca que não se pode descuidar da prevenção. “Estamos fazendo um trabalho no sentido de orientar as nossas crianças quanto à importância dos bons hábitos de vida para a constituição de uma massa óssea saudável. Afinal, é até os 25 anos de idade que fazemos as nossas reservas minerais”.

O Congresso Mineiro de Ortopedia já se consolidou como um dos mais importantes fóruns científicos de ortopedia e traumatologia do país. Nesta 19ª edição, estão sendo aguardados em Tiradentes cerca de 700 profissionais.Além dos palestrantes nacionais que sempre enriquecem o evento, expressivos ortopedistas estrangeiros confirmaram presença. São eles: Jesse Júpiter/ EUA, Chefe do Serviço de Mão do Hospital Geral de Massachusetts e presidente do comitê Educacional da Fundação AO; Alexander Lerber/Israel, diretor do Departamento de Ortopedia Zif Medical Center/Zefat/ Israel e professor da Faculdade de Medicina da Universidade Bar-Ilan; Antônio Garruço/Portugal, Coordenador do Serviço de Ortopedia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, membro da Sociedade Europeia de Língua Portuguesa e da Sociedade Europeia de Infecção Hospitalar; Paul Beaulé (Canadá), professor de Cirurgia da Universidade de Ottawa/ Canadá e chefe de Cirurgia Reconstrutora de Adultos da Divisão de Ortopedia do Hospital Ottawa; Samuel Pantoja/Chile, da Sociedade Chilena de Ortopedia e Traumatologia. Informações sobre o congresso www.congressomineiro2014.com.br

Brasil recebe pela primeira vez Mundial de Balonismo

Fotos: Prefeitura de Rio Claro (SP)

Campeonato é realizado com apoio da Embratur, por meio do Programa de Apoio à Captação e ou Promoção de Eventos Internacionais.

Pontos coloridos pintam o céu de Rio Claro (SP) até o próximo dia 27 de julho. A cidade recebe, deste o último dia 17, o 21º Campeonato Mundial de Balonismo, que acontece pela primeira vez na América Latina e que teve o apoio para realização da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

A cidade de Rio Claro sediou nos últimos anos importantes campeonatos de balonismo, como a etapa da Copa Brasil, duas edições do Campeonato Brasileiro, o 1º Campeonato Sul-Americano e o Campeonato Ibero-Americano.

“Em 2011, o Instituto apoiou a captação do evento na Hungria e, em 2012, apoiou a promoção do campeonato na Lituânia. É um orgulho para o Brasil realizar uma competição tão bonita e atrativa para o esporte mundial, um dos principais itens de divulgação do País como destino turístico. Nosso interesse é que essa prática se amplie, e o campeonato certamente vai contribuir com esse crescimento”, apontou o presidente da Embratur, Vicente Neto.

Aproximadamente 35 mil pessoas passaram pelo aeroclube de Rio Claro no domingo (20) para conferir o Mundial de balonismo, segundo estimativa da Defesa Civil do município. O sucesso de público no primeiro fim de semana da competição, com presença maciça de rio-clarenses e visitantes de várias cidades, foi completado com grande quantidade de pessoas que saíram às ruas para ver a disputa entre 60 pilotos de 22 países.

Equipes da Alemanha, Argentina, Áustria, África do Sul, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Itália, Japão, Lituânia, Luxemburgo, México, Polônia, República Tcheca, Rússia, Suíça e Ucrânia disputam o campeonato.

O último dia de provas será sábado. No domingo (27), tem encerramento com grande evento gratuito no aeroclube de Rio Claro com voos e show de acrobacia e programação musical.

Apoio à Captação

Com o Programa de Apoio à Captação e ou Promoção de Eventos Internacionais, a Embratur apoia órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos na captação de eventos já consolidados, com abrangência internacional e que estejam, no mínimo, em sua terceira edição. O auxílio à captação consiste em apoio à candidatura do País (e à cidade) na fase da disputa para ser a sede. Os temas podem ser técnico-científicos ou esportivos, lembrando que é necessário que o evento já tenha ocorrido em outros dois países que não o Brasil.

Está aberto edital para o programa Apoio à Captação ou Promoção de Eventos Internacionais da Embratur. Instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos poderão participar com projetos de ações específicas para tornar o País sede de encontros que atraiam o turista de negócios. Saiba mais aqui.

Veja aqui as fotos do campeonato: http://on.fb.me/1mAGfXu

Fonte: Embratur

Baixas temperaturas em Monte Verde – MG

Foto: Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde

Monte Verde, um dos destinos de inverno mais famosos do Brasil, registrou 2.7 graus na madrugada de segunda-feira, 21 de julho.  As baixas temperaturas, principalmente nesta época do ano, são recorrentes e um dos atrativos da vila. Ontem, domingo, 20, por exemplo, Monte Verde  amanheceu coberta com uma fina camada de gelo, embelezando ainda mais a paisagem da vila que fica na Serra da Mantiqueira. Na madrugada  de domingo, os termômetros de rua oscilaram entre -3º e -1º C, uma das menores temperaturas do ano em todo o País. O INMET – Instituto Nacional de Meteorologia – no mesmo período registrou médias de 1º e 3º C.

Para os próximos dias, a tendência é o frio permanecer. Segundo a Climatempo, as temperaturas devem oscilar entre 17º (máxima) e 4º C (mínima), nesta segunda-feira; 19º (máxima) e 6º C (mínima), na terça-feira; e 21º (máxima) e 7º C (mínima), na quarta-feira. No fim de semana, as temperaturas devem seguir baixas. Com o frio, belas paisagens, rica gastronomia e inúmeras opções de hospedagem, Monte Verde se torna um destino ainda mais interessante, pois, até o dia 27 de julho, acontece o Festival de Inverno de Monte Verde, que desde o início do mês vem aquecendo os visitantes com uma grande programação cultural – veja abaixo as atrações para os dias 26 e 27 de julho.

26 de julho (sábado)
Oficina de pintura no Ateliê Paula Bars (30 vagas – inscrições: (35) 3438-2316) 11h
Cortejo cênico CHI-CA-BUM 12h
Grupo Canto Coral da Associação Beneficente de Monte Verde / Companhia de Ballet da ABMV 13h
Bandas Experimentais da EMMA (Escola Municipal de Música e Artes Carlito Martins) 14h
Orquestra de Violões da EMMA (Escola Municipal de Música e Artes Carlito Martins) 15h
Peça Ver Estrelas da EMMA (Escola Municipal de Música e Artes Carlito Martins): de João Falcão 16h
Mostra de Dança da EMMA (Escola Municipal de Música e Artes Carlito Martins), grupos: Life Dance, Free Step, Kids Dance, Bom Jardin e Adotarte 17h
Coral Cantare, Canto Mágico e Cantux Lux, da EMMA (Escola Municipal de Música e Artes Carlito Martins) 18h
Big Band Itinerante – O repertório vai de Ari Barroso a Raul Seixas, incluindo canções internacionais de estilos como jazz, mambo e rock’n’roll 20h
Mari Salvaterra – Conhecida por ter integrado a Banda Blitz, a cantora apresentará seu projeto cover voltado à música brasileira, e ritmos como samba, samba-rock, pop e rock 21h
27 de julho (domingo)
Júlio Moura Acústico – apresentará o melhor do sertanejo raíz, MPB, Pop Rock nacional, além de composições próprias 13h

Sobre Monte Verde – Distrito da cidade mineira de Camanducaia, Monte Verde caracteriza-se pela combinação de um clima frio e romântico com preservação ecológica e esportes de aventura. Bastante procurada principalmente no inverno, quando as temperaturas ficam em torno de 5°C, Monte Verde conta com excelente infraestrutura hoteleira – mais de 180 opções de hospedagem –, restaurantes que servem desde a mais tradicional cozinha mineira até pratos da culinária contemporânea e típicos do inverno, como foundue, um centro comercial movimentado, atividades como caminhadas, rappel, arborismo, rafting, motocross, cavalgadas e uma pista de patinação ecológica. Cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, a estância fica a mais de 1.500m de altitude, está a 167 km da capital paulista, 420 km do Rio de Janeiro e a 456 km de Belo Horizonte. Veja mais sobre Monte Verde em www.monteverde.org.br.

Sobre a AHPMV – Criada há 10 anos, a Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde reúne estabelecimentos com serviços de excelência garantida e que são avalizados pelo selo de qualidade “Plátano de Ouro”. Com sede ao lado do portal de entrada de Monte Verde, possui equipe de profissionais capacitados para atender aos turistas com informações sobre hospedagens e dicas de lazer.

Paisagens de São João del-Rei em Exposição

Será aberta hoje, 21 de julho, na sede da Biblioteca Municipal, a exposição “De Casas, Templos e Pedras- São João del-Rei em bico de pena”. São 15 obras do desenhista e artista são joanense, Edson Luiz de Souza.

“De Casas, Templos e Pedras” faz parte do Projeto “Artistas da Terra”, desenvolvido pela prefeitura de São João del-Rei, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer desde 2013. O projeto abrange espaços públicos, como a casa de Bárbara Eliodora e hall de entrada do Teatro Municipal. Desde o inicio do projeto já foram nove exposições realizadas.

Ulisses Passarelli, Superintendente Municipal de Cultura, diz que a finalidade do projeto é valorizar os artistas de São João del-Rei. “A realização de eventos como este é para dar maior importância na valorização dos artistas da cidade e dos valores culturais da cidade”, disse.

Edson Luiz nasceu em 1957, é servidor municipal desde 1980, e considera-se autodidata. Começou a desenhar ainda criança, na época da escola. Segundo o desenhista, ao perceber a habilidade ele arriscou os primeiros traços, “comecei a copiar paisagens de postais”, disse.

Essa será a quinta exposição do artista, porém para Edson Luiz é como se fosse a primeira, serão expostas 15 obras, 13 desenhos em nanquim e 2 pinturas, todas registrando as paisagens de São João del-Rei.

O artista afirma que é difícil calcular quantas obras já fez, “muitas estão espalhadas por aí, vendi muitos desenhos, principalmente no ano da morte de Tancredo Neves”, Edson Luiz disse que que  “todas [obras] eu faço com muito amor, dedicação e prazer, é uma arte, e a arte é infinita”.

A exposição fica em cartaz até o próximo dia 8 de agosto, com visitação aberta das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Serviço:
O que: Exposição De Casas, Templos e Pedras
Quando: 21 de julho à 8 de agosto, 7 às 18h, de Segunda à Sexta
Onde: Biblioteca Municipal (Largo de São Francisco)
Quanto: Gratuito

Embratur lança edital para captar eventos do segmento MICE

Instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos poderão se inscrever para realizar ações que tornem o Brasil sede de encontros de negócios.

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) lança, na quarta-feira (16), no Diário Oficial da União, edital para o programa Apoio à Captação ou Promoção de Eventos Internacionais.  Instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos poderão participar com projetos de  ações específicas para tornar o País sede de encontros que atraiam o turista de negócios.

De acordo com o presidente do Instituto, Vicente Neto, o turismo de Negócios e Eventos, conhecido no mercado turístico como MICE (Meetings, Incentive, Congress and Events), é considerado um segmento estratégico de um programa que apoia a prospecção de eventos esportivos, congressos e convenções.

“Esse visitante apresenta perfil diferenciado do turista de lazer, pois possui alto poder aquisitivo e gasto médio elevado. A Embratur trabalha com uma política sistematizada de apoio à captação e promoção de eventos que trazem este tipo de turista para o País, e desde 2004, vem ampliando a sua atuação dentro deste segmento”, afirma Neto.

Os interessados têm de 31 de julho a 29 de agosto para cadastramento e envio das propostas. Os projetos serão julgados por Comitê Técnico previamente nomeado pelo Instituto, com base nos seguintes critérios: quantidade de participantes, rotação do evento, número de edições anteriores, número de turistas estrangeiros e capacidade técnica. Os critérios foram estabelecidos em Portaria da Embratur nº 57, no último dia 8 de julho.

Eventos internacionais no Brasil

Em dez anos, os congressos e convenções de negócios realizados no Brasil registraram um aumento de 408%. Conforme os dados divulgados pela ICCA (Internacional Congress and Convention Association), entre 2003 e 2013, o total de eventos sediados no País passou de 62 para 315. No mesmo período, o número de cidades que sediaram esse tipo de evento subiu 145%, passando de 22 para 54.

O ranking divulgado mostra que o Brasil permaneceu entre os dez países que mais recebem congressos e convenções associativas, liderado pelos Estados Unidos.

Mais informações sobre prazos, orientações, requisitos, entre outros, acesse: http://bit.ly/1oICEIn

Fonte: Embratur